Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Dezembro 1, 2022

Pela libertação de José Mavungo

angola_ativistasJosé Mavungo, foi condenado a seis anos de prisão pelo seu trabalho como activista de direitos humanos.

O angolano foi detido por ter planos para organizar uma manifestação pacífica contra a corrupção e má governação em Cabinda. A referida manifestação tinha sido planeada para o mesmo dia em que foi preso, 14 de Março.

Na mesma altura, foi também detido Arão Bula Tempo, advogado de direitos humanos e presidente do Conselho Provincial da Ordem dos Advogados de Cabinda, mas este acabaria por ser libertado condicionalmente a 13 de Maio,  depois de dois meses detido pelo envolvimento na organização da manifestação pacífica.

Já José Mavungo continua numa cela abafada e húmida, infestada de mosquitos e com má ventilação. Segundo a AI, o seu estado de saúde é preocupante pois sofre de problemas cardíacos e inflamação no fígado e não estão autorizadas quaisquer visitas médicas.

A petição pode ser assinada na página da AI.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -