Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Outubro 27, 2021

Los Angeles almeja 70% de energia renovável até 2036

Nélson Abreu, em Los Angeles
Engenheiro electrotécnico e educador sobre ciência e consciência. Descendente de Goa, nasceu em Portugal, e reside em Los Angeles.

A cidade de Los Angeles continua a definir o caminho para alcançar energia limpa e sustentável através do Los Angeles Department of Water and Power (LADWP). Até 2025, vai eliminar totalmente o carvão do seu portefólio de fontes de combustível.  Existem planos para alcançar o marco de 50% de energia renovável no nosso portefólio de energia, sem contar com as grandes hidro-eléctricas e nucleares. A 26 de Junho o Conselho de Distribuidores de Água e Energia autorizou, por votação unânime, mais recursos de energia renovável no mix de energia do LADWP ao reduzir uma geradora de gás natural planeada no Utah (conhecida como Intermountain Power Project, ou IPP). A cidade vai expandir a eficiência energética e programas solares comunitários. Através deste esforço, a LADWP procura melhorar a igualdade entre os clientes de baixa renda, enquanto continua a avaliar e explorar novas soluções alternativas de energia limpa.

O Conselho também apoiou um novo cenário para aumentar as metas de energia renovável da LADWP em 5% para chegar aos 55% a partir de 2025 e aos 70% em 2036. Transformando a IPP de usina de carvão para uma menor estação de geração de gás natural vai reduz as emissões de gases de efeito estufa equivalentes à remoção de 2 milhões de carros da estrada. O plano acelerará o rumo do LADWP em direcção a um portefólio de energia não carbonizado. Este plano permite a transição para mais energia renovável sem sacrificar a nossa fiabilidade (reliability) e aumenta investimentos em programas de eficiência energética e energia solar para alcançar mais igualdade para pessoas de baixa renda e clientes com acesso difícil, reduzindo ainda mais as emissões de gases de efeito estufa.

A câmara alta da Califórnia está preparada para votar no Projecto de Lei 100 do Senado que exige que o sector energético obtenha toda a sua energia a partir de fontes renováveis até 2045. O Hawaii é o único estado dos EUA a se comprometer com uma meta de 100% de renováveis. A quinta maior economia do mundo já emite uma porção relativamente baixa do carbono do mundo – a Califórnia voltou a reduzir suas emissões para os níveis dos anos 90. O estado também precisa aumentar a eficiência de edifícios comerciais e reduzir as emissões de transporte por meio da electrificação de camiões e de veículos corporativas e pessoais. A Califórnia prepara-se agora para um conflito com a administração Trump, a fim de definir seus próprios padrões de eficiência de automóveis

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -