Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024

Mais 80% de empregos no mercado imobiliário em 4 anos

O mercado imobiliário de Portugal continua a crescer, com os preços dos imóveis a subir 6,09% em 2019, atingindo um preço médio de 1.220 € por metro quadrado.

À medida que melhores condições económicas e uma crescente procura alimentam este “boom”, Portugal tem aumentado constantemente o seu mercado imobiliário, superando outros 13 países da UE, incluindo a Bélgica, a Polónia e a Hungria, no preço por metro quadrado. Este aumento nos preços dos imóveis também criou milhares de empregos no sector, com mais 22.000 vagas abertas desde 2015, criando um total de 50.000 empregos, que constituem 0,46% da população portuguesa.

A diminuição que observámos nos preços entre 2011 e 2014, como resultado da economia oscilante de Portugal, parece estar verdadeiramente concluída, com projeções de que o mercado imobiliário continuará a crescer de forma constante ao longo de 2019 e até ao final de 2020. Os compradores estrangeiros são uma parte chave do mercado, com até 60% das propriedades no Algarve pertencentes a cidadãos britânicos em 2008, mas à medida que o Brexit se aproxima, o mercado depende mais fortemente de compradores da Alemanha, França e Benelux.

Compradores de propriedades não pertencentes à UE foram particularmente atraídos pelo esquema dos vistos dourados, particularmente investidores de países como a Rússia e a África do Sul, pois com a compra de uma propriedade avaliada em 500.000 € ou mais, o proprietário tinha direito a uma autorização de residência temporária de 5 anos, com a opção de solicitar residência permanente passados 5 anos.

Os investimentos significativos do mercado externo combinaram-se com o rápido aumento do retorno dos emigrantes portugueses; como resultado da recuperação da situação económica, regressaram mais de 350.000 dos 500.000 que saíram, provocando enormes aumentos no mercado nas zonas do Algarve e Lisboa. As estimativas dos aumentos no mercado no Algarve foram colocadas entre 6,5 e 9,5%, enquanto em Lisboa foi registado um aumento de 7,3% nos preços dos imóveis. O enorme crescimento que se está a ver nas áreas metropolitanas continuará, pois no Algarve a procura excedeu a oferta em 2019, continuando a pressionar para que os preços aumentem constantemente.

O mercado imobiliário em expansão criou uma das oportunidades mais lucrativas para a criação de empregos que Portugal viu na última década; à medida que os preços da habitação continuam a subir conjuntamente com a procura de imóveis em si, Portugal também está a testemunhar um aumento na necessidade de trabalhadores na área. O optimismo deve continuar, visto que maioria dos especialistas económicos prevê trimestres igualmente bons para o final de 2019 e todo o ano de 2020.


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -