Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Maio 28, 2024

Maria Luís Albuquerque beneficiou empresas do seu novo patrão?

A ex-ministra das finanças terá concedido benefícios fiscais entre 2012 e 2014 a duas empresas entretanto adquiridas pela Arrow Global, grupo no qual começou a trabalhar esta Segunda-Feira.

maria-luisO Estatuto dos Benefícios Fiscais prevê um suporte da maioria de custos para as empresas, relacionados com a contratação de jovens trabalhadores, desempregados de longa duração, entre outros. A Whitestar recebeu cerca de 198 mil euros  associados à criação de emprego (em 2013 e 2014) e cerca  de 163,7 mil euros resultante do crédito fiscal ao investimento (2013). Por sua vez, a Gesphone teve apenas benefícios fiscais de 19,2 mil euros em 2013, maioritariamente através do crédito fiscal ao investimento.

No total, as duas empresas receberam 381,7 mil euros entre 2012 e 2014. Contudo, à época, quer a Whitestar quer a Gesphone não pertenciam ao grupo Arrow Global, que contratou agora a ex-ministra. Esta salvaguarda poderá anular a incompatibilidade apontada a Maria Luísa Albuquerque, de exercer funções numa empresa com benefícios fiscais suportados pelo Estado, durante um período de três anos.

O PCP e o Bloco de Esquerda requereram, nesta terça-feira, na subcomissão parlamentar de Ética, toda a informação sobre os apoios e benefícios fiscais do governo PSD-CDS à Arrow Global, bem como a listagem exaustiva dos activos do Banif adquiridos por aquele grupo.

A polémica sobre o segundo emprego de Maria Luísa Albuquerque mantém-se, assim, acesa, estando a ser analisada pela subcomissão parlamentar de Ética. A ex-ministra das finanças foi contratada para administradora não-executiva na Arrow Global, grupo britânico de gestão de créditos que tem na sua carteira de clientes vários bancos que actuam em Portugal.  Ao salário de deputada, somará uma quantia mensal de 5000 mil euros.

Para além de Maria Luísa Albuquerque, mais 38 dos 230 deputados portugueses declararam  exercer outras actividades remuneradas.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

2 COMENTÁRIOS

Comentários estão fechados.

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -