Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Julho 4, 2022

Nacionalismos com molho à espanhola

(Ensaio de crónica gastronómica em estilo sarcástico bastante escuro)

A receita é a seguinte: derrube-se pela força das armas um governo eleito, sobretudo se for republicano e mesmo que isso custe uma guerra civil com cerca de um milhão de mortos.

Logo a seguir, instaure-se uma ditadura feroz e fuzilem-se os líderes nacionalistas, sobretudo se forem catalães, bascos ou outros do género.

Assim que o ditador morrer – atenção, isto é importante – não deixe esfriar porque pode dar problema – inicie-se um processo de transição para a democracia devidamente controlado.

Negocie-se então com a oposição, a partir de uma posição de força, uma nova constituição em que:

  1. volte o rei;
  2. haja umas autonomias, mas
  3. fique bloqueada per sécula seculorum qualquer evolução possível ou imaginável rumo a Estados independentes.

Como os nacionalismos levam tempo a morrer, esteja sempre atento: se derem sinais de vida, demita logo os líderes e prenda-os por muitos e bons anos. E se por acaso deixar escapar o principal – se ele fizer como o D. João VI, que deixou os franceses a ver navios, sendo o único rei da Europa a não ser preso por Napoleão – chame-lhe nomes, denigra-o, diga que ele é um cobarde, que abandonou o seu povo, e por aí fora… assim, o movimento nacionalista fica logo diminuído, está a ver?

Eu sei, tudo isso é um pouco chato, vai haver alguns protestos dos suspeitos do costume, mas ao fim e ao cabo a agitação acabará por se acalmar. Afinal, a lei é a lei e estamos em democracia. Quem nos pode acusar de repressivos, se estamos a cumprir a Constituição? DURA LEX, SED LEX… já lá diziam os romanos.

Uma última recomendação – nunca ceda às vozes de sereia que insinuam que poderia ser o Estado espanhol a mudar um pouco, reconhecendo e acomodando as nacionalidades e evoluindo num sentido mais federal. Isso, nunca! Espanha há só uma, a dirigida de Madrid e mais nenhuma!

Deixe esfriar, leve ao congelador e sirva nos media e nas redes sociais.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

A impostora

Titãs cantam: “Comida”

UNITA desmente MPLA

Além Tejo (1)

- Publicidade -