Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

“O dia em que a China comandará”

O parisiense ‘Le Point’ com uma capa muito política que exige uma leitura, pelo menos, do segundo grau.

Intranquilidade e apreensão dos “europeus”, face à estratégia de expansão imperial do PCCh, é o que subjaz a esta mensagem do ‘Le Point’.

“O dia em que a China comandará” é uma capa que mostra pouca confiança na capacidade americana de conter o assalto chinês ao mundo. A falta de confiança assim afixada é, obviamente, um recado e a escolha da data para o enviar é bastante simbólica e reveladora: às primeiras horas do dia em que está agendado o primeiro encontro de topo entre os responsáveis da política externa dos USA e da China.

Encontro que o “Quartz” apresenta assim: “US-China talks. The US and China’s top diplomats meet. Later today in Anchorage, Alaska, US secretary of state Anthony Blinken and National Security Advisor Jake Sullivan will sit down with China’s foreign minister Wang Yi, and top foreign policy official Yang Jiechi.

“In their first face-to-face meeting since president Joe Biden took office, they will take the temperature of a relationship that became bitterly hostile during Donald Trump’s presidency  …..”

E concluindo: “The US and China clashed at a high-level meeting. As expected, top diplomats from both sides  exchanged sharp criticisms  of each other’s policies at tense in-person talks in Alaska…..”


Exclusivo Tornado / IntelNomics

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -