Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Abril 18, 2024

“Once Upon a Time in Portugal” The Michael Lauren All Stars‏

“De vez em quando, há um ou outro álbum que se destaca e que desperta realmente a minha atenção. Foi precisamente o que sucedeu com Once Upon a Time in Portugal, de Michael Lauren. No momento em que o novo mainstream ameaça não ser mais do que um beco sem saída, Michael Lauren recoloca as coisas no seu devido lugar, providenciando um registo pleno de swing, de paixão e de dinâmicas. Podem chamar-lhe simplesmente jazz, porque de Nova Iorque a Hong-Kong é precisamente assim que vai ser descodificado.” João Moreira dos Santos, Antena 2

“Não precisamos provar através das palavras de Lauren que estes músicos são All Stars: a sua performance e composição provam-no. Música verdadeiramente empolgante, enraizada na tradição hard bop, mas sem estar presa ao passado.” Mark Sullivan, All About Jazz (EUA)

“Elegante, sofisticado, com uma incrível qualidade sonora – tanto técnica como artística – onde impera um excepcional sentido de groove” José Antonio García López, Tomajazz (Espanha)

As palavras de alguns dos maiores “connaisseurs” de Jazz nacionais e internacionais dirigem-se ao novíssimo “Once Upon a Time in Portugal”, a já muito aclamada estreia em disco do colectivo The Michael Lauren All Stars.

michael-lauren
Michael Lauren

Como força motora está Michael Lauren, reconhecido baterista e pedagogo norte-americano.

Depois de carreira cimentada nos Estados Unidos onde tocou com nomes como Chuck Berry, Tom Jones ou Charles Brown, há mais de 10 anos escolhe Portugal como país de residência.

Aqui toca com a Orquestra de Jazz de Matosinhos, lecciona e coordena o Departamento de Jazz na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo no Porto e funda a International Drum Academy, em Lisboa.

No ano passado, movido pela sua paixão pelo processo de composição e pelo prazer de improvisar com os melhores, resolve criar The Michael Lauren All Stars, um colectivo orgânico que, apesar de ter um núcleo consistente, assume as mais variadas formas consoante a ocasião.

the-michael-lauren-all-stars
The Michael Lauren All Stars

Para gravar o disco “Once Upon a Time in Portugal”, adoptou a forma de septeto composto por alguns dos melhores músicos portugueses: Carlos Barretto (Contrabaixo), Diogo Vida (Piano), Hugo Alves (Trompete), Jeffery Davis (Vibrafone), José Menezes (Saxofone) e Nuno Ferreira (Guitarra).

O resultado é um dos registos mais vibrantes, energéticos, hard swinging, jazz funky, “New York Style” lançados em Portugal.

Screen_Shot1. Minor Strain
2. Bonfim Blues
3. Outras Viagens
4. Who Said Monopoly Was Fun
5. The Nearness of You
6. Seven Ties Corp.
7. Trains
8. Smoking Gun
9. Barro E Cal

O repertório inclui material original e muitos dos standards de jazz favoritos de Michael Lauren.

O lançamento de apresentação dá pelo nome de “Seven Ties Corp”.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -