Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Novembro 28, 2021

Operação anti-terrorista provoca tiroteios em Bruxelas

Molenbeek 1As buscas levadas a cabo pelas autoridades na Rua du Dries estão relacionadas com os atentados de Paris.

Quatro agentes belgas ficaram feridos, um em estado grave, numa série de tiroteios que começou ao início da tarde naquele bairro perto da estação do Midi e do bairro Molenbeek, local onde vários suspeitos dos atentados de Paris viveram. Perto das 17h30 (hora portuguesa) surgiu a informação de que um dos suspeitos dos tiros contra a polícia teria sido neutralizado, não se sabe se haverá outros barricados em algum edifício.

O bairro da estação do Midi foi fechado ao trânsito, duas escolas e creches foram encerradas e evacuadas. Residentes e trabalhadores foram aconselhados pelas autoridades a não abandonarem os seus edifícios.

Um porta-voz do Ministério do Interior francês disse ao jornal Le Monde que esta operação anti-terrorismo estava a ser realizada em conjunto com a polícia francesa, como, aliás, é normal acontecer em acções ligadas aos atentados de Paris.

Até ao momento, 11 pessoas foram formalmente acusadas na Bélgica por ligação aos atentados que fizeram 130 mortos e centenas de feridos em Paris e Saint-Denis, no dia 13 de Novembro de 2015. Oito dos 11 suspeitos estão em prisão preventiva. Uma suspeito-chave, Salah Abdeslam, e o seu amigo Mohamed Abrini, os dois originários do bairro de Molenbeek (Bruxelas) continuam desaparecidos.

Fonte da polícia francesa afirma que a operação levada a cabo em Bruxelas “não visava Salah Abdeslam, mas sim próximos de um ou mais dos 11 acusados”.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -