Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Maio 25, 2022

Padres em ginásio gay: o horror!

João Vasco AlmeidaO Correio da Manhã, short para “A Bíblia”, denuncia (?) que andam padres em ginásios “gay”, preocupação de um prelado de Canelas que acode ao nome de Roberto e chiba-se sobre os hábitos do clero de Gaia e de Espanha.

Como o Correio não deixa ler a notícia sem pagar, cá vai o que se imagina lá estar dentro, sem qualquer fonte ou conhecimento de causa, pedindo desde já desculpa caso alguma coisa bata certo:

“CANELAS – O Padre Roberto denunciou este domingo, entre a homilia e o corpo de Cristo, que andam colegas seus semidesnudos ou de maillot azul, justinho, em ginásios dedicados a pessoas do mesmo sexo. Ao relatar os casos, em frente aos 21 paroquianos que escutavam vagamente as palavras do senhor, seis cavalheiros levantaram a mão e perguntaram pela morada dos ginásios e saíram. A revelação, diz o pároco de Canelas, justifica-se, porque ele próprio está afastado das salas de suadeira por não ser gay. Ou lésbica. “Tentei entrar por cento e vinte e duas vezes nestes ginásios, para poder comprovar que lá dentro estava o padre Sousa e o padre Hernandez de la Playa, tentei fotografá-los para mostrar ao mundo esta vergonha”, alega o guerreiro de Cristo. “Considero que a ida de padres a ginásios gay é uma prática tão censurável como a ida de Sousa Lara à condecoração presidencial. Ainda há quinze dias eu mesmo vesti umas canelas de lã, em homenagem à minha terra, e fiz um sarau sozinho na sacristia, para não incomodar ninguém. A Igreja tem de por fim a estas coisas, porque estes ginásios não fazem descontos como um que há em Cedofeita que dá dez por cento e só abre à noite”, explica.

Capela sistina, vaticano
Dono de ginásio irado com padres

Os padres que frequentam os ginásios gay, sabe o nosso repórter, não entram no ginásio para fazer exercício físico. Um dos empregados do “Corpus Christi”, em Gaia, revela: “Entram aqui mascarados de máquina de pesos e de canoas falsas. Os nossos clientes depois vão a fazer o exercício e ouvem logo vozes, o que os incomoda. Um deles até pensou que o ginásio estava assombrado, porque cada vez remava ouvia ‘ai pai nosso, ohhh pai nosso’. Descobrimos que era um cónego retirado, da Murtosa-a-Velha, que vinha encapuzado e com um fato de lona que se punha de braços abertos, para simular os remos”, diz Pedro Américo Nunes dos Santos Parafita, BI 347 223 432, que prefere manter o anonimato.

O mesmo se passa no ginásio “Tu Cruz, Mi Casa”, perto de Lugo, Galiza. O dono do ginásio falou aos nossos repórteres com visivel irritação: “Yo no tengo nada contra los gaies, mas haora los padres, esso no puede ser, Caray! Son malos para el negócio. Esto era una casita honesta y ahora hai padres que se pendiuram de las ventanitas del balneário, mirando de afuera adentro, tenemos de los retirar con un tronco de madera de la ventana para que nuestros clientes se puedan cambiar. Haya verguenza”, diz Machista Ñunes de la Penetracíon, dono do estabelecimento.

As autoridades em Portugal e Espanha, declararam aos nossos repórteres que o caso está a ser resolvido. O Inspector Faísca, chefe de divisão em Canelas, assegura: “Estamos já a instalar a Internet ao padre Roberto, para que ele possa estar à vontade em casa a ver o que quiser”.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

1 COMENTÁRIO

Comentários estão fechados.

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -