Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Setembro 17, 2021

E passá-lo a ferro?

Eduardo Águaboa
Escritor, Ensaísta, Comentador político especializado em ideias gerais

– António Guterres é o homem certo no lugar certo!

Uma tirada saída de um sonho.
Ou, numa linguagem futebolística, um golo para a história.

Eu, que já lhe ouvi as expressões mais bacocas possíveis e inimagináveis, não esperava uma com esta beleza, com a profundidade do recorte desta.
-António Guterres é o homem certo no lugar certo!

Claro, que as televisões, face à delicadeza, deste extraordinário pensamento, não ficaram indiferentes. Então toca a citá-lo por tudo e por nada, mas a todo o momento, não esquecendo aqueles magníficos rodapés onde se perpetuam as melhores noticias ou, como no caso, os melhores pensamentos filosóficos ou assertivos dos grandes oradores.

Quando eu disse que a Mona Lisa tinha mesmo a mona lisa, ninguém ligou pevide, ninguém repercutiu a frase e eu fiquei fodido.

Hoje, perante este exemplo, verifico que não tinha razão para ter ficado naquele estado.
Há pessoas com muito mais profundidade do que eu.

No caso deveria ter dito,« Mona Lisa é o quadro certo no lugar certo!»
Sempre a aprender com os mestres, com os mecânicos das palavras.

António Guterres recebeu hoje a sua melhor prenda de Natal.
Nunca ele imaginaria ouvir coisa tão rara.
Embora, eu calcule, que mal lhe chegou aos ouvidos esta surpreendente – e rica de conteúdo – declaração, lhe tenha ficado na garganta uma exclamação muito parecida com esta:
– E se fosses pró c*******?

Que é exactamente o que eu diria se não estivéssemos nesta Santa Quadra.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -