Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Dezembro 9, 2022

Sob ataques, Lula e Bolsonaro protagonizam 1º bloco do debate na Globo

Debate nos estúdios da Globo é o terceiro desta campanha eleitoral – e o último antes do primeiro turno.

O clima esquentou no primeiro bloco do debate entre os presidenciáveis na TV Globo, na noite desta quinta-feira (29). O ex-presidente Lula (PT) foi alvo de todos os candidatos – Ciro Gomes (PDT), Felipe d’Avila (Novo), Padre Kelmon (PTB), Simone Tebet (MDB), Soraya Thronicke (União Brasil) e, sobretudo, Jair Bolsonaro (PL).

Logo na primeira pergunta do debate, Ciro, visivelmente nervoso, tentou associar os governos liderados pelo PT ao aumento da desigualdade no Brasil, especialmente ao aumento do número de bilionários. Lula, afiado, lembrou diversos feitos sociais de seus governos, como a redução da miséria e a geração recorde de empregos formais.

Na sequência, durante tabelinha entre Bolsonaro e Padre Kelmon, o presidente até ensaiou uma prestação de contas – edulcorada – de seu governo. Mas a baixaria logo apareceu. Bolsonaro chamou Lula de “mentiroso”, “chefe de quadrilha” e “ex-presidiário”, além de voltar a caluniar Lula com a falsa acusação de que o ex-presidente estaria envolvido na morte do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel (PT), assassinado em 2002.

Lula conquistou quatro direitos de resposta e pediu ao atual presidente que ao menos fosse “responsável”. Segundo ele, se houve descoberta de corrupção, foi porque seu governo criou instrumentos e mecanismos de combate a desvios. Elevando o tom, o ex-presidente afirmou que Bolsonaro é “cara de pau” e “não para de mentir”, dando margem para que também o presidente da República conquistasse três direitos de resposta.

Embora a artilharia tenha sido dirigida especialmente a Lula, Bolsonaro não foi poupado. Tebet chegou a chama-lo de “covarde” por usá-la para tentar atingir Lula. Soraya afirmou que, de cada seis mortes em decorrência da Covid-19, quatro poderiam ter sido evitadas, caso o governo não enfrentasse a pandemia de modo negligente.

O debate nos estúdios da Globo foi o terceiro desta campanha eleitoral – e o último antes do primeiro turno. Em 28 de agosto, houve encontro dos presidenciáveis na Band. Já no último sábado, os candidatos debateram no SBT. O primeiro turno acontece no próximo domingo (2).


por André Cintra, Jornalista |   Texto em português do Brasil

Exclusivo Editorial PV / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -