Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Setembro 18, 2021

Telefonema embaraçoso entre Trump e a presidente de Taiwan

Trump quase crive diplomática com a China ao fazer um telefonema à presidente de Taiwan

Washington mantém, desde os anos 70, a política da “China Única” quando reconheceu Pequim, em 1978, e rompeu relações diplomáticas com Taiwan, em 1979.

Em comunicado, a equipa do próximo presidente dos Estados Unidos, afirma que Trump e Tsai Ing-wen “trocaram impressões sobre estreitamento de laços em matéria económica, política e de segurança entre os dois países”, lê-se no L’Express.

O comunicado refere ainda telefonemas feitos, no mesmo dia, aos presidentes do Afeganistão e das Filipinas e ao primeiro-ministro de Singapura.

Trump reage no Twitter

Trump recorreu, uma vez mais, ao Twitter para dizer que a presidente de Taiwan lhe ligara para o felicitar pela sua vitória , acrescentando, um pouco mais tarde, num outro tweet:

“É curioso que os Estados Unidos vendam biliões de dólares de equipamento militar a Taiwan e que eu não possa receber um telefonema de felicitações”.

As reacções foram imediatas, como a de Christopher Hill, ex-secretário adjunto de George W. Bush, que, à CNN, considerou tratar-se de um ” grave erro “, lamentando a ” tendência para o improviso” do futuro presidente.

O risco de uma crise com a China

Trump vs Governo Chinês | AFP Getty
AFP Getty

Pequim reagiu através do ministro dos negócios estrangeiros, Wang Yi, que falou num ” golpe baixo preparado por Taiwan”, refere o L’Express. A China ” protestou firmemente” junto de Washington.

“Transmitimos já um protesto formal à parte americana envolvida. É necessário insistir que existe uma única China e que Taiwan é uma parte inalienável do território chinês”

Cita o L’Express

O futuro da política externa americana

A condução da política externa por parte de Trump, considerado um isolacionista, preocupa os aliados históricos da América na Europa e na Ásia.

Também o senador democrata Chris Murphy, num tweet, afirmou “ser assim que começam as guerras “. Pediu que fosse “muito rapidamente nomeado um secretário de Estado”, ” de preferência, com experiência “.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -