Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Setembro 27, 2021

Timor-Leste será eternamente grato a Jorge Sampaio

M. Azancot de Menezes
PhD em Educação / Universidade de Lisboa

Recordo Jorge Sampaio como o Presidente de Portugal que mais emocionalmente viveu o drama do povo maubere. Mais do que um amigo, era um irmão de Timor-Leste. Neste momento de luto e consternação, a este grande Homem presto uma justa e merecida homenagem. À sua família apresento as minhas mais sentidas condolências.

Jorge Sampaio, ex-presidente de Portugal entre 1995 e 2005, segundo as Nações Unidas, foi “um líder na luta pela restauração da democracia em Portugal”.

Mas, a sua grandeza ultrapassou fronteiras e por essa razão recebeu o «Prémio Nelson Mandela” atribuído pelas Nações Unidas, tendo chefiado a “Aliança das Civilizações”, um aglomerado de individualidades de elevado nível que investigam as causas das polarizações entre sociedades e culturas e procuram soluções.

Recordar a intervenção de Jorge Sampaio sobre Timor

O espírito e determinação de Jorge Sampaio na defesa dos direitos humanos foi inequívoco em relação a Timor-Leste. Neste aspecto, não posso deixar de sublinhar o seu empenho e dedicação no processo de defesa intransigente da autodeterminação e independência de Timor-Leste.

De forma inquestionável e contundente, Jorge Sampaio, numa intervenção sobre Timor-Leste referiu que não se desviaria um milímetro desse princípio porque esse era o mandato de Portugal, era o seu mandato.

Intervenção de Jorge Sampaio sobre Timor

O nosso Presidente Jorge Sampaio ao reagir à atribuição do prémio Nelson Mandela referiu o seguinte:

É um conjunto, algo que me honra muito, em primeiro lugar porque está associado a um prémio que tem o nome de uma figura absolutamente incontornável do século 20, que foi um exemplo extraordinário de tolerância, de luta, de reivindicação pelos direitos humanos. Ter este nome, ter este prémio é uma página da vida que de alguma (forma) faz um balanço, um balanço que permite-me dizer que me honra muito e me estimula para coisas futuras.”

(Jorge Sampaio)

Jorge Sampaio

Jorge Sampaio, em 1996, recebeu o Vice-Presidente Al Gore dos EUA, a quem alertou para a Questão de Timor-Leste. O Presidente conduziu o dossier de Timor-Leste com muita inteligência e estratégia, sendo uma referência ética, a ser recordado eternamente pelo Povo de Timor-Leste como um amigo e um verdadeiro irmão.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -