Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Dezembro 8, 2021

Tirar Bolsonaro da Presidência é uma questão de sanidade; dia 3 nas ruas

Francisca Rocha
Secretária de Assuntos Educacionais e Culturais do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), secretária de Saúde da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Educação (CNTE) e dirigente da Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil, seção São Paulo (CTB-SP)

Mais uma vez, manifestantes prometem tomar as ruas de todo o país e até no exterior para tirar Jair Bolsonaro do cargo que ele nunca deveria ter ocupado. O Brasil precisa respirar e unir a nação em torno de um projeto nacional de reconstrução.

Por isso neste 3 de julho (sábado), todas as pessoas que acreditam numa sociedade diferente e melhor estarão nas ruas, com todos os cuidados necessários para se proteger do coronavírus, para exigir o impeachment do atual presidente.

O Brasil não suporta mais tanta destruição, tanto negacionismo. Já são mais de 520 mil vidas perdidas pela falta de ação desse desgoverno. Cada vez fica mais evidente que a verdadeira ação de Bolsonaro e sua tropa consiste em agir por debaixo dos panos, tirar vantagem e ganhar dinheiro de forma ilícita com a desgraça alheia, com o sofrimento de milhares de famílias brasileiras.

Bolsonaro se elegeu com um discurso contra a corrupção, mas se mostra o mais corrupto dos presidentes. O mais perverso porque faz piada coma morte de milhares, tenta atrapalhar os governadores e prefeitos que querem combater a pandemia e vacinar a população.

A economia está afundando. O desemprego cresce a todo vapor. A inflação está de volta. A fome assola milhões de brasileiras e brasileiros. As verbas para a educação e para a saúde minguam. A ciência e a cultura estão abandonadas por esse desgoverno.

As universidades federais estão de pires na mão, com sério risco de fecharem as portas. O ensino básico está sem recursos básicos para um funcionamento em condições de desenvolver um processo de ensino-aprendizagem suficiente para as crianças e os jovens evoluírem como necessitam e podem.

O Sistema Único de Saúde (SUS), criado pela Constituição de 1988, é negligenciado por esse desgoverno. Eles atuam para privatizar tudo e entregar o patrimônio nacional para grupos estrangeiros. Além de serem corruptos e defensores do ódio e da violência.

A CPI da Covid está evidenciando o verdadeiro caráter desse desgoverno. É necessário pressionar o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira para acatar o superpedido de impeachment impetrado na quarta-feira (30). Já passa da hora de tomarmos a rédea do país novamente. O Brasil precisa de nós. Nós merecemos um país melhor e mais justo.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -