Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Dezembro 8, 2021

Resultados do “Super Sábado”

super-sábado

A análise de resultados obtidos até ao momento, por cada um dos candidatos à corrida para a Casa Branca mostra-nos quem está perto de garantir um lugar na pole-position.

No Partido Republicano, Donald Trump continua à frente nos resultados a caminho da nomeação para concorrer a presidente do país. O New York Times fez as contas aos resultados, até ao momento, e concluiu que o empresário e apresentador de reality-shows elegeu já 378 delegados, seguindo-se o senador Ted Cruz, com 295 delegados, Marco Rubio com 123 e John Kasich com 34.

Por estados, e até agora, Trump elegeu mais delegados na Carolina do Sul (50), seguindo-se a Geórgia (40), o Alabama (36), o Tennessee (31) e o Massachusetts (22).
Ted Cruz elegeu 102 delegados no Texas, seguindo-se o Kansas (24) e Oklahoma (15), tendo conseguido ainda 12 delegados no Alaska e Maine.

Marco Rubio teve o melhor resultado no estado do Minnesota (17), seguindo-se 16 delegados eleitos na Virgínia e 14 na Geórgia.

John Kasich elegeu 8 delegados no Massachusetts e 6 no Vermont e Kentucky, tendo sido estes os estados onde obteve os melhores resultados até agora.

Do lado do Partido Democrata, Hillary Clinton vai destacada: elegeu no total 1121 delegados, contra os 479 alcançados pelo senador do Vermont, Bernie Sanders. Nas primárias democratas, a antiga primeira-dama conquistou 147 delegados no Texas, a cifra mais elevada, seguindo-se a Geórgia (72), a Virgínia (62), Tennessee e Alabama (44) e Louisiana (35).

Sanders teve o melhor resultado no Minnesota (46 delegados), seguindo-se o Colorado (38), Kansas (23) e Oklahoma (21).

 

Resultados do Super-Sábado ameaçam “invencibilidade” de Trump

Ted Cruz, senador republicano e pré-candidato à Casa Branca, venceu as primárias de ontem nos estados do Kansas e Maine, aproximando-se do rival Donald Trump, que ganhou nos estados do Louisiana e Kentucky.

Pelos democratas, Hillary Clinton conquistou a vitória no Louisiana e Bernie Sanders ganhou os caucus do Nebraska e Kansas, escreve o New York Times, citando dados da Associated Press. Porém, estes resultados não alteraram a posição dominante da ex-primeira-dama.

Os republicanos Cruz e Trump reclamaram vitória neste que é considerado o “Super-Saturday”, revelou ainda a CNN. Donald Trump foi mais longe e referiu-se ao seu rival derrotado, Marco Rubio, dizendo “acho que é altura dele desistir da corrida. Quero um frente-a-frente com Ted ”, insistiu, citado pela Reuters.

Por sua vez, Ted Cruz conquistou o apoio público do governador do Kansas, Sam Brownback; mesmo assim, ainda não suplantou Trump, mesmo tendo dirigido aos apoiantes um discurso em que “o que vemos é o público a unir-se, os libertários a unirem-se, homens e mulheres que amam a Constituição unirem-se e a manterem-se como um nesta campanha”, falou, num tom de apelo à unidade.

“Parece que vai ser uma disputa entre os eleitores zangados de Trump contra os eleitores do conservador purista Cruz”, disse Ron Bonjean, estratega político republicano de Washington. “O establishment está a ser posto de parte”, reflectiu.

Do lado democrata, Bernie Sanders foi claro: “não nos excluam”, disse aos seus apoiantes depois de se conhecer a sua vitória, que lhe trouxe novo fôlego na corrida à nomeação para disputar as presidenciais norte-americanas.

O senador do Vermont chamou aos influentes apoiantes da rival Clinton “pessoas do sistema cuja maior preocupação é derrotar os republicanos”, aludindo aos super-delegados, declarou ao New York Times.

Mesmo assim, Sanders acredita que poderá granjear o apoio destes, caso continue na maré de vitórias, mas admite que “ainda há um longo caminho a percorrer” até lá.

Decorrem hoje, o caucus democrata no estado do Maine e o caucus republicano em Porto Rico; dia 8 de Março, será a vez dos estados do Havai, Idaho, Michigan e Mississippi.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -