Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Setembro 30, 2022

5 opções de ativos para começar a investir

Quando pensamos no futuro, refletimos sobre como começar a investir nosso dinheiro para ter uma reserva financeira. Para muitos essa possibilidade pode parecer bastante remota, entretanto existem diversas formas para realizar investimentos desde a forma mais acessível e de baixo risco a aquela mais sofisticada e que apresenta um risco maior.

Atualmente existem diversas formas de investimentos, que cabem em todos os bolsos, desmistificando o que muitos acreditam, que investir é somente para os mais endinheirados.

A renda variável apresenta diversas opções de investimentos, há investimentos que podem ser feitos com aportes pequenos, fazendo uso do mercado fracionário.

As aplicações da renda fixa têm riscos mais baixos que as de renda variável, porém ambas andam lado a lado, sendo suas proporções que variam de acordo com o perfil de cada investidor, objetivos e qual tolerância este está disposto a arriscar.

Como investir?

Estabeleça metas e objetivos, se uma delas é assegurar uma reserva financeira e ter uma aposentadoria mais confortável e tranquila, tenha em mente os prazos de investimentos que pretende aplicar seu dinheiro.

Perfil de investidor

Antes de começar a investir no mercado financeiro é importante saber qual é o seu perfil de investidor. Traçando esse perfil é possível saber qual o grau de risco seu perfil está mais propenso, ajuda a nortear quais ativos são mais adequados para que inicie suas aplicações, e assim evita surpresas desagradáveis no futuro. Algumas corretoras de investimentos e instituições financeiras ajudam a traçar seu perfil de investidor.

Fundo de ações e Ações

As ações é o ativo mais conhecido e popular quando falamos de investimentos e mercado financeiro. É possível comprar ações e ser tornar sócio de uma pequena fração de uma empresa. O investidor tem direito aos dividendos e ao lucro em caso de revenda da sua ação.

Gestores especializados administram os fundos de ações, estes negociam os recursos investidos conforme análises realizadas sobre os riscos apresentados e o cenário atual do mercado, esses fundos não estão atrelados diretamente com a bolsa de valores e sim com os bancos de investimentos. Os gestores usam a fibonacci trader para prever e avaliar tendências e fazer seus movimentos no mercado.

Investimentos nos fundos de criptomoedas

No fundo de investimentos compramos uma cota dentro de um grupo de investidores que direciona a soma do dinheiro para os mais variados tipos de ativos que fica a critério de um administrador responsável pelo grupo.

Os fundos são criados pelas empresas que estão no mercado financeiro, como forma de atrair investidores com diversos perfis e que tenham objetivos e preferências distintas. Dentre as vastas opções de fundos criados temos o fundo de criptomoedas que é dedicado a criptomoedas.

Investir em HEDGE – fundo de cambio

Investimentos em HEDGE são transações com base nas moedas estrangeiras, essas não são negociadas entre si, mas sim seus ativos e derivativos que estão entrelaçados ao par de moedas a serem negociadas, sendo um ativo que atrai diversos investidores que procuram se proteger da desvalorização do real frente ao dólar e ao euro.

Investimentos em CFDs

Com os CFDs, podemos operar vários instrumentos tendo como base a diferença do valor do ativo. A rentabilidade dos contratos por diferenças adquiridos reflete as oscilações do mercado e o lucro será a diferença do valor aplicado no início do investimento e o valor que rendeu ao final do contrato.

ETFs – fundos de índices

Esse é um fundo de índices que se negocia na bolsa de valores e permite ao investidor aplicar em várias ações simultaneamente, sem a necessidade de acompanhar o movimento de empresas e seus papéis. Os fundos replicam os índices estrangeiros, bem como da bolsa de valores local, dessa forma as cotas das ações são negociadas no pregão do dia.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -