Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Fevereiro 25, 2024

A Ponte de Narni, Corot

Guilherme Antunes
Guilherme Antunes
Licenciado em História de Arte | UNL

“A Ponte de Narni”, de Jean-Baptiste Camille Corot. Camille Corot foi um pintor realista francês.

Belissíma pintura tripartida que o rio centraliza bucolicamente sob a luz da tarde. Uma calmaria elegante num cromatismo quente em que se destacam as cores terrosas que fazem reproduzir uma atmosfera essencial e que a ponte romana do século I a.C. não dilui.

Os magníficos efeitos de luz, “en plein ar”, conseguidos pelo pintor, eram seguidos atentamente pelos seus confrades mais novos, o que fazia anunciar o Impressionismo.

Deve notar-se que este é um esboço realizado pelo pintor num local a que haveria de voltar. O trabalho agradou tanto na sua apresentação no “Salon” (Salão de Paris), que ficou uma referência do artista.

Informação adicional

Artista: Jean-Baptiste Camille Corot
Título: Le pont de Narni
Dimensões: 34 cm x 48 cm
Criação: 1826
Local: Museu do Louvre
Período: Realismo


Nota da Edição

Jean-Baptiste Camille Corot 1796–1875

Jean-Baptiste Camille Corot estudou pintura com Victor Bertin, um mestre da paisagem clássica.

As primeiras obras do pintor ocupam um lugar de destaque no desenvolvimento da moderna pintura de paisagens. Em 1825 Corot viajou à Itália e explorou o campo nas proximidades de Roma, como antes fez Claude Lorrain.

Corot prima pela claridade, estabilidade arquitectónica e “verdade do momento” – sua precisão de observação e sua facilidade para apreender qualquer paisagem durante suas excursões, demonstram o mesmo compromisso com a experiência visual directa que tinha Constable.

De volta à França, abandonou o academicismo em favor de um estilo paisagístico realista. Construiu então, uma pintura puramente paisagista, rural e citadina e marcada pela maestria na gradação tonal de luzes e sombras e pelo rigor construtivo da composição.

(Wikipédia)


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -