Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Setembro 18, 2021

Açores vencem corrida da abstenção

Açores

Nas Ilhas de Santa Maria e de São Miguel, a taxa de abstenção nas eleições legislativas em 2011 foram superiores a 60%.

As projecções da Comissão Nacional de Eleições apontam para uma taxa de abstenção – nestas eleições legislativas – semelhantes às de 2011, quando 41,9% da população recenseada em Portugal não exerceu o seu direito de voto.

Mas quais são as regiões e os concelhos onde essa abstenção se faz sentir com maior peso? Apesar de, em Portugal Continental, a região do país onde mais pessoas abdicam de ir às urnas ter sido, em 2011, o Algarve, onde a abstenção atingiu os 44,2%, o concelho onde menos pessoas votaram pertence à zona Norte do país, Melgaço. Aqui, 62,7% da população optou por ficar em casa, um valor que tem vindo a subir consideravelmente ao longo dos anos, cerca de 10% entre 2005 (a taxa de abstenção foi de 51,9%) e 2011.

Este é o único concelho de Portugal continental onde a taxa de abstenção se situa acima dos 60%. Valores destes só  é possível encontrar, depois, nos Açores, particularmente nas ilhas de Santa Maria e de São Miguel. No concelho da Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, 64,3% dos habitantes não exerceu o seu direito de voto, enquanto na Ribeira Grande, em São Miguel, 65,7% dos eleitores ficou em casa. Seguem-se Vila Franca do Campo, com 64% de abstenção e Lagoa, com 63,4% de não votantes. Este é o Top 5 dos concelhos com maior taxa de abstenção.

No polo oposto, com abstenções a rondar os 30%, estão os concelhos de Monchique (32,8%), Maia (32,6%), Mação (31,7%), Vila de Rei (30,5%) e Sardoal (30%), que compõe o Top 5 dos concelhos com menor abstenção no país, numa distribuição homogénea no que diz respeito à dispersão dos concelhos pelo mapa nacional.

No que diz respeito às regiões, e olhando para todo o país, os Açores lideram a abstenção com 59, 3%, seguido da Madeira, com 45,7%, do Algarve, com 44,2%, do Alentejo e da zona Centro, com 42,5% ex aequo, e finalmente o Norte, com 39,8% de abstenção. A Área Metropolitana do Lisboa registou uma abstenção, em 2011, de 38,6% e a Área Metropolitana do Porto ficou-se pelos 36,5% de taxa de abstenção.

À hora de fecho deste texto ainda não estavam disponíveis os dados sobre a abstenção das eleições legislativas desta noite, pelo que este texto será actualizado assim que os mesmos estejam disponíveis.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -