Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Maio 23, 2022

Assassinos de Marielle e Anderson vão a júri popular

Segundo o advogado de defesa de Élcio de Queiroz, ele e outros advogados estão analisando a sentença e vão recorrer da decisão.

A Justiça do Rio de Janeiro decidiu que Ronnie Lessa e Élcio Vieira de Queiroz, acusados de assassinar a vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes, irão a júri popular segundo decisão divulgada nesta terça (10).

Segundo o advogado de defesa de Élcio de Queiroz, ele e outros advogados estão analisando a sentença e vão recorrer da decisão.

Marielle foi morta a tiros em 14 de março de 2018 no bairro do Estácio. A vereadora estava dentro de um carro e voltava de um evento. O motorista, Anderson, também foi baleado. Uma assessora de Marielle que estava no veículo foi atingida por estilhaços.

Ronnie Lessa e Élcio Queiroz foram presos dois dias antes de o crime completar um ano. A Polícia Civil e o Ministério Público do RJ tratam a investigação como sigilosa. A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a federalização do caso. O julgamento está previsto para o fim de março.


Texto original em português do Brasil

Exclusivo Editorial PV / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -