Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Setembro 25, 2021

Atribuído Prémio Fernando Namora

O Coronel Carlos Matos Gomes, colunista residente do Jornal Tornado, acaba de vencer o Prémio Literário Fernando Namora, com o seu último romance A Última Viúva de África, sob o pseudónimo Carlos Vale Ferraz.

O júri, presidido por Guilherme d’Oliveira Martins e com a participação de José Manuel Mendes, Manuel Frias Martins, Maria Carlos Loureiro, Maria Alzira Seixo e Liberto Cruz, e ainda Nuno Lima de Carvalho e Dinis de Abreu, na acta justifica este prémio com a envolvente história contada por Carlos Vale Ferraz. 

“O ex-Congo Belga e Angola constituem neste romance o eixo geopolítico de ações de guerra e desvarios humanos no qual uma mulher, “Madame X”, emerge, simultaneamente, como figura de ligação da estória do romance e da História dos anos 1960, no início da guerra nacionalista”.

O prémio, com o valor de 15 mil euros, distingue a obra do autor em torno da presença portuguesa em África.

O romance agora premiado, A Última Viúva em África, em conjunto a obra Nó Cego, são essenciais para a compreensão sem preconceitos do período da guerra colonial em África, no que concerne às lutas em Angola e Moçambique, reflectindo os conflitos pelas independências com base no Congo.

Carlos Vale Ferraz

Prémio Literário Fernando Namora 2018

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante  subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -