Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Hillary promete não mexer nos impostos

hilary-clinton

“Não irei aumentar os impostos para a classe média”, afirmou Clinton no seu discurso na Carolina do Norte, na passada quarta-feira. Hilary quer demarcar-se de Trump, e aproximar-se de uma visão progressista, bem como dos apoiantes de Sanders.

A ex-senadora de Nova York, criticada pelo seus laços com os poderes de Wall Street, prometeu reformas no sector financeiro e “dizer não a maus acordos de comércio”, o que inclui o Trans-Pacific Partnership, um acordo pendente e muito criticado por Sanders.

Nas suas críticas a Trump, Clinton acusou-o de não ter uma estratégia para reconstruir as infra-estruturas nacionais, para além do muito contestado projecto do muro ao longo da fronteira mexicana.

“Ele vai atacar-me pessoalmente porque não tem respostas”, acusou Clinton. “Tudo o que ele pode fazer é tentar distrair-nos”.

A aspirante a primeira mulher presidente dos EUA sublinhou que é uma pessoa que quer ver as coisas feitas e lembrou os seus esforços, enquanto primeira-dama, para criar o State Children’s Health Insurance Program; neste caso, reconheceu a ajuda de republicanos para concretizar o projecto. Este programa ajuda financeiramente, em todos os estados, famílias carenciadas com crianças, para que possam suportar custos com cuidados de saúde.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -