Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Outubro 27, 2021

Congresso do CDS-PP: E ao 2º dia a Assunção da senhora Cristas

Joaquim Ribeiro
Jornalista

AssuncaoCristas

Como se esperava, já que era a única candidata, Assunção Cristas foi eleita presidente da Comissão Executiva da Comissão Política Nacional do CDS-PP, no 26º Congresso do partido, que terminou este domingo 13 de Março, em Gondomar.

Nuno Melo (que chegou a ser indicado como candidato), Adolfo Mesquita Nunes, Cecília Meireles e Nuno Magalhães (por inerência, já que é o líder parlamentar do CDS-PP), são os vice-presidentes.

Cristas recolheu a quase unanimidade dos congressistas, com 95,5 por cento de votos favoráveis. Termina assim o mais longo mandato de um presidente do partido, após 16 anos de liderança de Paulo Portas.

Para o Conselho Nacional a lista de Assunção Cristas teve a surpresa de ver uma outra candidatura a concorrer. Filipe Lobo d’Ávila encabeçou a lista alternativa e conseguiu eleger 16 dos 70 lugares daquele órgão, correspondentes a 23 por cento dos votos.

Assunção Cristas surgiu neste congresso com uma imagem que recupera a tradicional democracia cristã: levou a família para o pavilhão de Gondomar e fez intervenções com um forte cunho pessoal e religioso. No discurso de encerramento abandonou esse registo e optou por uma abordagem mais política.

Deixou o desafio ao PS de participar numa reforma do sistema de pensões e na revisão da regulação do sistema financeiro, incluindo a forma de nomeação do governador do Banco de Portugal, que na sua opinião deve ser uma escolha do Presidente da República. Defendeu ainda que a ADSE deve ser um sistema de saúde aberto a todos os que nele quiserem entrar.

Quanto às autárquicas, a próximas eleições no calendário eleitoral, em 2017, Assunção Cristas anunciou que vai propor aos órgãos do partido a renovação do apoio a Rui Moreira, caso este se recandidate à Câmara Municipal do Porto, e a uma ambiciosa candidatura à Câmara de Lisboa.

 

Lista dos órgãos nacionais eleitos no 26º Congresso do CDS-PP:

Comissão Executiva

Presidente: Assunção Cristas

Vice-presidentes: Nuno Melo, Adolfo Mesquita Nunes, Cecília Meireles e Nuno Magalhães

Secretário-geral: Pedro Morais Soares

Porta-voz: João Almeida

Coordenador autárquico: Domingos Doutel

Vogais: Pedro Mota Soares, João Rebelo, Ana Rita Bessa, Álvaro Castello Branco, Teresa Anjinho, Manuel Isaac, Filipe Anacoreta Correia, Miguel Morais Leitão, Miguel Moreira da Silva, Artur Lima (presidente do CDS Açores) e António Lopes da Fonseca (presidente do CDS Madeira)

Comissão Política Nacional

Abel Baptista, Ana Catarina Araújo, Carlos Neves, Diogo Belford Henriques, Diogo Feio, Duarte Goes, Filipe Santiago, Francisco Mendes da Silva, Frederico Almeida, Graça Silveira, Hélder Amaral, Henrique Monteiro, Isabel Galriça Neto, João Basto, João Condeixa, João Gonçalves Pereira, João Viegas, Jorge Pato, Jorge Quintas Serrano, José Lino Ramos, José Pedro Caçorino, José Vasco Matafome, Manuel Cardoso, Manuel Castelo Branco, Maria Reina, Mariana França Gouveia, Marta Arruda Moreira, Miguel Alvim, Miguel Capão Filipe, Patrique Alves, Paulo Núncio, Paulo Soares, Pedro Moutinho, Pedro Pestana Bastos, Raquel Vaz Pinto, Ricardo Mendes, Rui Barreto, Samuel Almeida, Silvino Rodrigues, Teresa Caeiro, Tiago Abreu e Tiago Marques Leite

Mesa do Congresso

Presidente: Luís Queiró

Vice-presidentes: Victor Mendes, Teófilo Cunha e Luís Silveira

Secretários: Mariana Henriques Costa, Alexandre Freire Gonçalves, Conceição Pinho, Pedro Sena e Filipe Teixeira

Conselho Nacional de Fiscalização

Presidente: Alberto Coelho

Vice-presidente: Henrique Campos Cunha

Vogais: Luís Barros Mendes, Frutuoso Tomé, João Valério, João Mota Mendes e João Sacoto Neves

Conselho Nacional de Jurisdição

Presidente: António Carlos Monteiro

Vice-presidente: Ângela Rodrigues Oliveira

Vogais: Pedro Melo, João Pedro Gomes, Sílvia Pires, António Velez e João Lopes Bernardo

Mesa do Conselho Nacional

Presidente: Telmo Correia

Vice-presidentes: Fernando Barbosa, José Pinheiro e João Manuel Alves de Castro

Secretários: Maria do Céu Marques, António Ribeiro, Orísia Roque, José Gagliardini e Sofia Athayde

Conselho Nacional

António Lobo Xavier, Maria Celeste Cardona, João Munoz, Vânia Dias da Silva, Mário Pereira, Pedro Pinto, Durval Tiago, Humberto Batardo, Ângelo Santos, Pedro Ramalho Carlos, Filipe Matias Santos, Diogo Moura, António Barbosa, Rui Jorge da Silva Costa, Nuno Vieira e Brito, Beatriz Vaz, João Toscano, Filipe Valente, Gonçalo Moita, Carla Carvalho, João Fornelos, Nuno Marques, Miguel Bento, Maria José Falcão de Brito, Jorge Marques, Madalena Accioli Figueiredo, Diogo Pita Botelho, Pedro Gonçalves, Maria Margarida Lourenço, Rosa Guerra, Ana Isabel Baptista, António Pinto Moreira, Manuel Mexia Rocha, Nuno Lobo, Gabriel Osório de Barros, José Eduardo Azevedo, Sara Machado Gomes, Rui Caetano, Cristiano Coelho, Armindo Gomes, Bráulio Ferreira, Alexandra Almeida, Ana Filomena Figueiredo, Carlos Cunha, Luís Assis, Rosa Pinto Bocas, Joana Malheiro Novo, Paulo Silva Silva, Rita Caetano Santos, João Caetano, Sidónio Santos, Nuno Gusmão, Graça Canto Moniz, Luís Queiró, Filipe Lobo d’ Ávila, Altino Bessa, João Casanova de Almeida, Raul Almeida, António Loureiro, Paulo Luís Cunha de Almeida, José Marcelo Mendes Pinto, Hugo Miguel Correia Ribeiro, Rui Miguel Meira Barreira, Vasco Nuno Ferraz, Maria Bonneville, Pedro Costa e Silva, Pedro Costa Jorge, André Rosa Correia, António José Barroso e Aristides Martins de Sousa

Comissão de Organização

Presidente: Assunção Cristas

Secretário-geral: Pedro Morais Soares

Coordenador autárquico: Domingos Doutel

Açores: Artur Lima

Madeira: António Lopes da Fonseca

Aveiro: Jorge Pato

Beja: Luís Pedro Dargent

Braga: Altino Bessa

Bragança: Manuel Cardoso

Évora: José Pires dos Reis

Faro: José Caçorino

Guarda: Henrique Monteiro

Leiria: Manuel Isaac

Lisboa: Telmo Correia

Portalegre: Tiago Abreu

Porto: Álvaro Castello-Branco

Santarém: José Matafome

Setúbal: João Viegas

Viana do Castelo: Abel Baptista

Vila Real: Patrique Alves

Viseu: Hélder Amaral

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -