Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Outubro 16, 2021

Mais um dia de Finais com Lenine Cunha

Adelino Rocha
Adelino Rocha

O quarto dia começou com a fase de qualificação do Tiro P3 Pistola a 25 metros mista SH1 com tiro de precisão onde esteve em competição Adelino Rocha, que terminou a prova no 30º lugar com 270 pontos; na mesma categoria mas no Tiro Rápido, o atirador português voltou a qualificar-se na 30ª posição somando 250 pontos o que lhe deu na classificação geral o 30º lugar com um total de 520 pontos, terminando a sua participação nesta classe.

Adelino Cunha irá ainda disputar a prova de Tiro com pistola a 50 metros, no dia 14 de Setembro, quando forem em Portugal 20h00.

Boccia

boccia1No Boccia, a competição começou ontem com a fase de grupos e continuou hoje nas classes BC 1-2, BC3 e BC4.

Na classe BC3, para o grupo B, jogou-se o Portugal-Singapura, jogo que terminou com 1-5 com parciais de a-1, 0-2, 1-0 e 0-2, o trio nacional era composto por Armando Costa, José Carlos Macedo e Mário Peixoto, Singapura jogou com Nurulasyiqah Mohamad Taha e Sze Ning Toh.

A mesma equipa, defrontou, hoje, a Grécia, perdendo o jogo por 5-2. A Grécia alinhou com Anna Ntenta, Nikolaos Pananos e Grigorios Polychronidis. Os parciais foram de 2-1, 1-0, 0-1 e 1-0.

Portugal ficou assim afastado da final nesta classe, terminando a sua participação nos Paralímpicos do Rio2016.

boccia2Na classe BC4 a equipa Portuguesa composta por Carla Oliveira, Domingos Vieira e Pedro Clara, somou mais uma derrota no dia de ontem por 11-4 com a Grã-Bretanha, que jogou com Evie Edwards, Stephen McGuire e Kieran Steer, com os parciais de 4-0, 0-2, 6-0 e 1-2; hoje registou-se nova derrota por 8-4 com a Eslováquia que alinhou com Samuel Andrejcik, Michaela Balcova e Robert Durkovic, e com os parciais de 5-1, 1-0, 2-0 e 0-4. Portugal está arredado da competição também nesta.

Na classe BC 1-2, integrada no Grupo D, a selecção portuguesa entrou em competição ainda ontem frente à Argentina. Portugal alinhou com Abilio Valente, António Marques, Cristina Gonçalves e Fernando Ferreira, a Argentina jogou com Maurício Ibarbure, Sebastian Gonzalez, Maria Sahonero e Luis Cristaldo. O jogo foi ganho pela Argentina por 1-7, com os parciais de 0-3, 0-1, 0-1, 0-1, 0-1 e 1-0.

Ainda no dia de ontem a selecção portuguesa defrontou a selecção da Eslováquia, conseguindo uma vitória expressiva por 1-12, com os parciais de 0-1, 0-4, 1-0, 0-2 e 0-3. A Eslováquia alinhou com Lenka Durninova, Tomas Kral, Jakub Nagy e Robert Mezik.

Hoje jogaram-se os quartos de final com Brasil-Portugal e o resultado foi de 5-6. Neste jogo nem tudo foi fácil pois Portugal apesar de começar a ganhar logo no primeiro parcial por 0-2, permitiu que o Brasil se colocasse em vantagem nos dois parciais seguintes por 1-0 e 4-0.

A selecção portuguesa de boccia teve que lutar pelo resultado e acabou por vencer os 3 últimos parciais por 0-2, 0-1 e 0-1, apurando-se para as meias-finais onde vai defrontar o Japão, na madrugada do dia 12 de Setembro à 01h em Portugual.

Atletismo

No atletismo o dia começou com a participação do atleta mais medalhado do mundo e o seu nome dispensa apresentações. Lenine Cunha participou hoje na primeira final do dia no salto em Comprimento T20, e não foi propriamente feliz pois terminou a prova em sexto lugar, com o melhor salto de 6,84 metros ainda assim a sua melhor marca do ano.

lenine-cunha

Esta prova foi ganha por Abdul Latif Romly da Malásia que, com a marca de 7,60 metros, bateu o record do mundo e o record paralimpico, a fechar o pódio a medalha de prata foi para o croata Zoran Talic e a medalha de Bronze para o ucraniano Dmytro Prudnikov.

Lenine Cunha deixou a competição e os Jogos Paralímpicos Rio 2016 sem qualquer medalha.

carolina-duarteNos 100 metros femininos T13, a outra final do dia, Carolina Duarte terminou a prova em sexto lugar, com o tempo de 12.48, estabelecendo a sua melhor marca pessoal.

A medalha de ouro ficou com a ucraniana Leilia Adzhametova que bateu o record do mundo com o tempo de 11,79, a medalha de prata ficou com Ilse Hayes e a de bronze foi ganha pela norte-americana Kym Crosby.

Por fim nos 1500 metros T11, Nuno Alves, tendo como guia Ricardo Abreu, terminou a fase de qualificação em quinto lugar e termina a participação nos Paralimpicos 2016, sem qualquer medalha.

nuno-alves

Como nota final damos conta da distribuição de medalhas até agora: na liderança, a China com 78 medalhas conquistadas; a Grã-Bretanha tem 46 e a Ucrânia com 40. Portugal tem apenas 1 medalha até ao momento, enquanto que o Brasi, país anfitrião conquistou até ao momento 21 medalhas.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -