Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Setembro 18, 2021

Solidariedade internacional crucial na captura de assassinos de Marielle Franco

Após dois meses do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes não há avanços notórios na investigação. Em comunicado a Amnistia Internacional apela a uma cada vez mais forte mobilização mundial para exercer pressão sobre as autoridades do Brasil, no sentido de se apurar e dar resolução ao assassinato da activista e vereadora Marielle Franco e do seu motorista Anderson Gomes, ambos mortos a tiro no Rio de Janeiro no dia 14 de Março de 2018.

No mesmo comunicado a organização internacional de Direitos Humanos “entende que cada dia que passa sem desenvolvimentos lança novas dúvidas sobre a eficácia da investigação e reitera a necessidade de uma investigação completa, independente, imparcial e eficaz ao caso”.

Sem solidariedade internacional, receamos que o trágico assassinato de Marielle não seja resolvido. Passados estes dois meses, temos de continuar a mobilização para mostrarmos às autoridades brasileiras que as pessoas aqui e por todo o mundo não descansarão até que seja feita justiça.”

Esta responsável da organização de direitos humanos lembra que “cada dia que passa sem desenvolvimentos lança novas dúvidas sobre a eficácia da investigação”.

Não podemos permitir que este caso fique sem resolução. Quem matou Marielle e Anderson e quem os mandou matar? Estas perguntas não podem ficar sem resposta”.

Agradecemos a seriedade com que a investigação tem vindo a ser conduzida e esperamos que assim continue até termos respostas concretas, não apenas para a família mas para o mundo inteiro. Temos de continuar a lutar por isso”.

Informação adicional

Segundo a Amnistia Internacional mais de 12 mil pessoas no mundo inteiro já assinaram a petição Justiça para Marielle Franco! da organização com essa mesma exigência.

Receba a nossa newsletter

Contorne a censura subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -