Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Fevereiro 25, 2024

Ecce Homo

Guilherme Antunes
Guilherme Antunes
Licenciado em História de Arte | UNL

Exposição fortíssima da brutalidade das massas levadas pela trela, sem atenderem à razão dos lutadores e à força invencível da razão. Piorará se for o caso de um revolucionário (pacifista) como Jesus.

Verdugos de todos os tempos manifestam de forma demoníaca a sua militância pela crueldade, que anda de mão dada com a ignorância profunda dos povos. O pintor foca com genialidade as deformidades alarves de um comportamento assustador, que o pintor exibe criticamente como um alerta que já vem de longe.

Sugiro aos visitantes deste quadro que parem um pouco a olhar em detalhe as carantonhas horripilantes de ausência de humanidade.

Nota da Edição

Hyeronimus Bosch

(1450-1516)

Importante pintor holandês. Pintou aproximadamente quarenta obras com temáticas bem diferentes daquelas retratadas nas pinturas do Renascimento. Por romper com  a tradição artística do seu tempo, nos séculos XVI e XVII, foi considerado herege e as suas obras renegadas pela Igreja Católica e burguesia europeia.

Bosch deu um grande destaque ao imaginário, retratando os medos, problemas psicológicos, criaturas imaginárias (humanos e animais) e cenas de horrores. As imagens simbólicas e surreais são frequentes nas suas pinturas. Embora muito interpretadas, até hoje muitas destas imagens são um grande mistério para especialistas em arte.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -