Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Junho 14, 2024

Elder Vieira: Samba

A relação entre Marilda e o marido, sob o ponto de vista masculino, é o tema do poema Samba, uma das atrações nesta semana.

Os versos são de Elder Vieira, escritor e funcionário do Ministério da Cultura. Confira.

Samba

por Elder Vieira

De uns tempos pra cá,
Marilda deu de reclamar:
não topa vestido barato;
só compra sapato caro;
e, contrariada,
só fala em se mandar.

Mas Marilda não vai,
que eu sei.
Porque Marilda reclama da vida,
fica puta, se irrita,
mas tem lá suas leis

e diz:

”Nuvem não é algodão-doce;
homem não dá em pé couve;
e, antes um burro de meu,
do que cavalo que meu não fosse”.

De uns tempos pra cá…


Texto original em português do Brasil

Exclusivo Editorial PV / Tornado


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anterior
Próximo artigo
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -