Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Novembro 28, 2021

Eleições em Angola já com data marcada

Francisco Do Nascimento, em Luanda
Correspondente em Luanda, Angola

Angolanos irão eleger o novo presidente a 23 de Agosto próximo.

Está decidido, as eleições gerais de 2017 irão decorrer em todo o país, no dia 23 de Agosto do corrente ano. Esta decisão foi tomada por unanimidade dos membros do Conselho da República reunidos nesta segunda-feira, sob orientação do presidente da república, José Eduardo dos Santos.

Durante a abertura da reunião do Conselho da República – um órgão de consulta do Presidente da República -, Dos Santos que não irá concorrer à sua sucessão, afirmou que praticamente já estão garantidas todas as condições quer políticas, logísticas, financeiras e de segurança, para que as eleições decorram sem sobressaltos, e apelou aos líderes dos partidos concorrentes, à mobilizarem os seus militantes e simpatizantes para que participem activamente no processo.

Eleições em Angola 2017

No final da referida reunião, o porta-voz do Conselho e Procurador Geral da República, João Maria de Sousa, apresentou um comunicado de imprensa, onde referiu que além de se marcar a data das eleições, o encontro serviu também para analisar o processo de registo eleitoral terminado no mês passado, e ouvir as preocupações e sugestões dos conselheiros, para que as eleições que se avizinham sejam livres, justas e transparentes, numa altura em que os partidos políticos na Oposição, exigem uma auditoria aos dados dos cidadãos eleitores apresentados pelo Ministério da Administração do Território(MAT), ministério que conduziu todo o processo de registo dos cidadãos eleitores, de 25 de Agosto de 2016 à 31 de Março do corrente ano. Por este motivo, Bornito de Sousa, ministro da Administração do Território, foi o principal convidado nesta reunião.

Estas serão as quartas eleições em Angola, depois de já terem sido realizadas em 1992, 2008 e 2012, todas vencidas pelo MPLA, partido que governa o país desde 1975. Para as eleições deste ano, adivinha-se que irão concorrer mais de dez formações políticas. O MPLA irá disputar o “trono” com a UNITA, CASA-CE, PRS, FNLA e outras forças políticas a serem confirmadas daqui há alguns dias pelo Tribunal Constitucional.

Segundo os dados apresentados pelo MAT à Comissão Nacional Eleitoral (CNE), mais de nove milhões de angolanos estão aptos para elegerem a 23 de Agosto, o homem que irá substituir José Eduardo dos Santos do cargo que ocupa desde 1979.

O autor escreve em PT Angola

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -