Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Outubro 23, 2021

O ensino criacionista está de volta aos EUA?

Paulo Vieira de Castrohttp://www.paulovieiradecastro.pt
Autor na área do bem-estar nos negócios, práticas educativas e terapêuticas. Diretor do departamento de bem-estar nas organizações do I-ACT - Institute of Applied Consciousness Technologies (USA).

Recusando-se, mesmo, a tornar pública a sua declaração de interesses financeiros e patrimoniais. Apesar de ser contra o ensino público, não ter a mínima competência pedagógica e não ter curriculum de serviço público. Como?

Vejamos…

Na noite em que Trump foi eleito ela estava lá ao lado daquele que viria a ser o presidente eleito pelos EUA. Mas, não estava sozinha. Com ela estava Erik Prince. Quem é ele e porque ninguém fala disso?

Muitos são os que desconhecem a existência de várias empresas de segurança privada no cenário de guerra em nome dos EUA. A guerra faz-se, há muito, com recurso a empresas privadas.

Prince criou a Blackwater que foi desmantelada no ano de 2010 em consequência da sua participação nas guerras do Iraque e Afeganistão. Depois disso criou a Reflex e a Frontier Services, isto de entre outras que se dedicam a fazer a guerra em nome dos norte americanos.

Prince é irmão de Betsy DeVos a mulher que agora foi escolhida por Donald Trump para a pasta da Educação. Aliás os dois irmãos envolveram-se na política, financiando a campanha de Trump à presidência dos EUA.

Há muito que se relaciona a sua família com os conservadores cristãos. São anti educação sexual e contra o ensino da ciência. Não aceitam as teorias evolucionistas, isto de entre outras pérolas,… Esta é Betsy DeVos a nova secretária da Educação dos EUA. Vai gerir uma pasta que vale 35 mil milhões de dólares.

Confirma-se a agenda inversa de Donald Trump. Para além da educação, impõe anti-ambientalistas para a tutela do ambiente, bilionários da finança privada na regulação das finanças públicas, enfim…

Nota do Director

As opiniões expressas nos artigos de Opinião apenas vinculam os respectivos autores.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -