Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Dezembro 3, 2022

Escola Sem Partido lembra vigilância nazista, diz ministra do Supremo da Alemanha

Ministra da Corte Constitucional da Alemanha Susanne Baer disse que a liberdade de expressão tem que ter limites quando se transforma em discurso de ódio e criticou o projeto Escola Sem Partido ao afirmar que na Alemanha um projeto semelhante, batizado de Escolas Neutras, que também pede que estudantes denunciem professores críticos ao partido de extrema direita AfD ou que se posicionem politicamente.

Lembra-nos de períodos altamente problemáticos na história, na Alemanha Oriental, e no nazismo, quando pessoas eram chamadas a delatar os vizinhos”.

Cultural, política e historicamente, dissemos não a esse tipo de regime. Então, quando acontece agora, é altamente problemático. É um ataque à educação liberal, em outras palavras, à educação de e para os cidadãos, de pessoas responsáveis e pensantes”.

Para ela, projetos do gênero são, na realidade, “uma tentativa de estabelecer uma educação de acordo com uma ideologia em particular. No momento, temos escolas públicas e privadas que não corroboram qualquer ideologia, ao contrário, apoiam a pluralidade de perspectivas”.

Baer alertou, ainda, para o crescimento do discurso de ódio que, inclusive, vem sendo estimulado por partidos e políticos. “Empiricamente temos visto pela Europa e na Alemanha um aumento no discurso de ódio, particularmente antissemitismo e racismo, mas também homofobia e sexismo alt-right. O respeito pelas pessoas não está em uma boa fase. Preocupa particularmente quando acontece no Parlamento ou vem de pessoas proeminentes de partidos. O tom da política está mais duro e agressivo”, avaliou.

Leia a íntegra da matéria.

 

Texto em português do Brasil

Exclusivo Editorial Brasil247 (Prensa Latina)/ Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -