Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Dezembro 8, 2021

Estados Aquecidos da América

Nélson Abreu, em Los Angeles
Engenheiro electrotécnico e educador sobre ciência e consciência. Descendente de Goa, nasceu em Portugal, e reside em Los Angeles.

Após uma semana de temperaturas como 50.º em Phoenix (Arizona), um novo estudo na revista Science prevê que a taxa de mortalidade nos EUA aumentará em 5,4 óbitos por 100.000 pessoas por cada aumento de temperatura de um grau Celsius. Os investigadores de 9 instituições de 5 estados também prevêem que para cada grau de aumento de temperatura:

  • O produto interno bruto irá cair 1,2%;
  • Os rendimentos médios da agricultura diminuirão em 9%;
  • A demanda por electricidade aumentará 5,3%;
  • O total de horas de mão-de-obra diminuirá: 0.11% para os trabalhadores de baixo risco (trabalho principalmente em ambientes fechados) e 0,53% para trabalhadores de alto risco (expostos a temperaturas exteriores);
  • O crime violento aumentará cerca de 0,88% a nível nacional. O crime de propriedade (que tende a ser menor em clima frio);
  • O dano costeiro será distribuído de forma desigual: impactos agudos podem ser sentidos nos estados costeiros do leste com cidades baixas. O aumento dos níveis do mar por si só aumenta o dano económico esperado para a Carolina do Sul, Louisiana e Flórida em particular;
  • 10% dos municípios mais pobres (particularmente no Sul e Centro-Oeste) podem perder mais de 10% do PIB, enquanto muitos municípios mais ricos (particularmente nas regiões do Nordeste, Grandes Lagos e Noroeste Pacífico verão aumentos impulsionados pelo clima. No final do século XXI, o terço mais pobre dos municípios deverá sofrer danos entre 2 e 20% de rendimento, a menos que haja uma redução significativa nas emissões.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -