Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Maio 28, 2024

FEST – Em Espinho, um festival de novos realizadores e de novo cinema

José M. Bastos
José M. Bastos
Crítico de cinema

Centena e meia de filmes de mais de quarenta países à espera de serem descobertos.

Não há dúvida. Espinho é uma cidade do cinema. O “Cinanima”, um dos mais importantes festivais europeus de cinema de animação vai cumprir no próximo mês de Novembro a 41ª edição.

FEST – Festival Novos Realizadores

Entretanto, desde anteontem e até ao dia 26  tem lugar nesta cidade da costa verde o 13º FEST – Festival Novos Realizadores | Novo Cinema de Espinho. No Auditório do Centro Multimeios, no Casino de Espinho e até na praia, um certame com foco no “cinema independente”.

Abertura

Tom of Finland

Na abertura foi exibido Tom of Finland, longa metragem de Dome Karukoski, realizador que em 2009 foi o grande vencedor do FEST com  The home of dark butterflies – A casa das borboletas negras. Nesse ano de 2009 os festivais portugueses foram, de resto, talismã para o cineasta finlandês na altura com 32 anos, já que haveria também de ganhar o “golfinho de ouro” do  FESTROIA com Kielletty hedelmä – Fruto Proibido. Em Tom of Finland  Karukoski aborda a  vida e obra de Touko Valio Laaksone, artista finlandês  que revolucionou a arte homoerótica mundial.

Competição

La mano invisible

A competição, que arrancou ontem com Old Stone, co-produção canadiana-chinesa assinada por Johnny MA que aborda o elevado preço da compaixão na sociedade chinesa, e La mano invisible, realizado por David Macián, crítica severa às relações de trabalho nesta era da austeridade em Espanha David Macián.

Park

Competirão ainda pelos “Linces de Ouro”, outros filmes de ficção e documentários, a saber:  a estreia de As You Are, vencedor do prémio do Júri em Sundance, filme norte-americano de Miles Joris-Peyrafitte;  Park, co-produção greco-polaca de Sofia Exarchou, Prémio Nuevos Directores em San Sebastián,  que olha a falta de rumo da Grécia contemporânea a partir de um grupo de jovens que passa os seus dias nas ruínas da cidade olímpica de Atenas; Road Movie, filme bielorusso de Dmitrii Kalashnikov, um dos mais controversos documentários do momento e uma janela aberta para a Rússia moderna; Icon do polaco Wojciech Kasperski, o retrato próximo sobre o dia-a-dia de um hospital psiquiátrico.

Sacred Water

Sacred Water, dar-nos-á a visão sobre a sexualidade feminina no Ruanda pela mão e pela câmara do belga Olivier Jourdain.

Filthy

A eslovaca Tereza Nvotová vai trazer em Spina / Filthy a abordagem dramática da violação de uma jovem de 17 anos por um dos seus professores.

8:30

8:30 da austríaca Laura Nasmyth conta as rotinas urbanas de um vendedor porta-a-porta que apanha um combóio para um subúrbio e regressa sempre ao ponto de partida, num círculo vicioso que é uma sátira às práticas capitalistas. A paranóia e as lutas internas entre o bem e o mal estão presentes em Needle Boy do dinamarquês Alexander Bak Sagmo e do canadiano Kevan Funk poderá ser visto Hello Destroyer filme ambientado no seio de uma equipa de jovens jogadores de hóquei no gelo.

El Rey Tuerto

Outro filme espanhol com a austeridade como pano de fundo foi escolhido para a sessão de encerramento. Trata-se de El Rey Tuerto /El Rei Borni do realizador cantábrico Marc Crehuet. O jovem cineasta realizou em cerca de três semanas uma comédia dramática a partir de uma peça teatral também da sua autoria.

Curtas-metragens

As curtas-metragens têm também o seu espaço competitivo no FEST com o concurso para o “Lince de Prata” e o Grande Prémio Nacional para os quais foram selecionadas numerosas obras produzidas no último ano.

As filmografias do Irão e da Grécia estarão em foco na secção “Flavours of the World” e em “Be Kind Rewind” haverá oportunidade para conhecer novas visões sobre o futuro da Europa.

No que se refere à exibição de filmes deverá ainda salientar-se o FESTinha, a secção infantil que ocupará as manhãs do festival com filmes para toda a família, e o FEST Surf, que transformará a praia de Espinho numa sala de cinema ao ar livre.

Tom of Finland, longa metragem de Dome Karukoski
La mano invisible, realizado por David Macián
Park, co-produção greco-polaca de Sofia Exarchou
Sacred Water, do belga Olivier Jourdain
Filthy, da eslovaca Tereza Nvotova
8:30, da austríaca Laura Nasmyth
El Rey Tuerto, do realizador cantábrico Marc Crehuet

Training Ground

Mas o FEST é também espaço de formação e discussão. E, nesse âmbito, o “Training Ground” é um evento que decorre em paralelo com o FEST e em que são abordados temas como argumento, cinematografia, edição, design de som, fotografia, direcção de arte, representação, realização, casting, maquilhagem, pitching, distribuição, financiamento, entre outros.

O FEST – Training Ground tem mais de 25 masterclasses e 10 workshops, onde o público, cineastas emergentes e estudantes de cinema de todo o mundo, tem acesso a palestras, masterclasses e workshops orientados por profissionais de topo da indústria cinematográfica, reconhecidos pelo seu trabalho a nível mundial.

Entre os prelectores da edição deste ano contam-se  Ed Lachman, director de fotografia norte-americano (“Virgens Suicidas” de Sofia Coppola, “Erin Brockovich” de Steven Soderbergh e “Carol” de Todd Haynes), Allan Starski designer de produção polaco (“O Pianista” de Polanski e “A Lista de Schindler” de Spielberg), o escultor britânico Brian Muir (autor da máscara de Darth Vader para o filme “StarWars” e de várias peças para “Alien” e “Harry Potter”) e a actriz ‘oscarizada’ Melissa Leo. Entre os portugueses, a realizadora Salomé Lamas e o actor Nuno Lopes.

Pitching Forum

Finalmente refira-se que na secção Pitching Forum estarão mais de vinte projectos à procura de apoio e financiamento.

Caro leitor: até ao dia 26 visite Espinho e descubra um Festival de Cinema que é um festival de “descoberta” de novos cineastas e de novos filmes.

Melissa Leo
Salomé Lamas
Nuno Lopes

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -