Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Julho 12, 2024

Forças de esquerda em todo o mundo estão solidárias com a Palestina

J.T. Matebian, em Timor-Leste
J.T. Matebian, em Timor-Leste
Correspondente em Timor-Leste.

Partidos socialistas e organizações de esquerda da Austrália, Indonésia, Timor-Leste e de outros países estão a manifestar a sua total solidariedade com a Palestina.

As forças de esquerda em todo o mundo, incluindo o Partido Socialista da Indonésia (PSI), estão solidários com o sofrimento do povo palestino.

O PSI está a organizar uma ampla campanha na Indonésia com o estabelecimento do Gearakan Raykat Untuk Kemer Dekaan Palestina (Movimento Popular para a Independência da Palestina) e, no próximo 19 de Novembro, vai realizar uma ampla campanha de solidariedade em 19 cidades da Indonésia.

Campanha do PSI para a Manifestação de 19 de Novembro em defesa da Palestina

No quadro da concertação de estratégias a favor da independência da Palestina, o Partido Socialista de Timor (PST) e o Partido Socialista da Indonésia (PSI) têm estado a preparar e organizar as forças políticas de esquerda da Ásia / South Asia para expressarem o seu apoio ao povo mártir da Palestina.

O Partido Socialista da Indonésia (PSI) é uma força política sem assento parlamentar organizado por jovens e estudantes progressistas e tem excelentes relações com o Partido Socialista de Timor (PST).

Das principais actividades e acções conjuntas destes dois partidos da Indonésia e de Timor-Leste incluem-se a publicação de livros e de revistas para disseminar ideias de esquerda.

OCI e Secretário-Geral da ONU condenam Israel

Na capital da Arábia Saudita, no passado dia 11 de Novembro, na Resolução final da Organização de Cooperação Islâmica (OCI) os líderes dos países árabes e muçulmanos condenaram com veemência os ataques militares na Faixa de Gaza e exigiram o seu fim imediato.

A agressão de Israel contra a Palestina, devido à sua grave violação de direitos humanos e crimes contra a humanidade, foi severamente criticada por António Guterres, Secretário-Geral das Nações Unidas.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -