Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Outubro 23, 2021

Forças iraquianas libertam arredores de Mosul

As forças iraquianas que lutam contra os terroristas do Estado Islâmico (EI) libertaram na segunda-feira um bairro do EI após pesados confrontos na parte norte da fortaleza do EI no lado ocidental de Mosul, informaram os militares iraquianos.

Abdul-Amir Yarallah, do Comando de Operações Conjuntas (JOC), disse em um comunicado que as forças especiais do Serviço de Combate ao Terrorismo (CTS) libertaram o bairro de al-Uraybi e levantaram a bandeira iraquiana sobre alguns de seus edifícios.

A recaptura do bairro aconteceu um dia depois que as forças da CTS, o exército e as forças de elite da Polícia Federal, conhecidas como de Resposta Rápida, iniciaram um novo ataque em quatro bairros, incluindo Uraybi, e conseguiram derrotar as linhas defensivas do EI após uma batalha de rua.

As tropas ainda estão envolvidas em intensos combates nos outros três bairros de Rifai, Iqtisadiyn e 17 de julho depois de terem capturado partes deles.

As tropas estão agora aproveitando para retomar os bairros restantes no norte e noroeste do centro da cidade e apertar o laço ao redor do EI nos bairros do centro da cidade velha no lado ocidental de Mosul, incluindo áreas antigas ao redor da histórica mesquita de al-Nuri.

Enquanto isso, os caças iraquianos realizaram um ataque aéreo em uma vila perto da cidade de Tal Afar, a cerca de 79 km a oeste de Mosul, e destruíram três veículos do EI que levavam lança-foguetes, deixando 12 deles mortos, disse o JOC em um comunicado, citando relatórios de inteligência.

No final de janeiro, o primeiro-ministro iraquiano Haider al-Abadi, que também é o comandante-chefe das forças armadas, declarou a libertação do lado oriental de Mosul, ou a margem esquerda do Tigre, depois de mais de 100 dias de combates contra militantes do EI.

Em 19 de fevereiro, Abadi anunciou o início de uma ofensiva para expulsar militantes extremistas do lado ocidental de Mosul, conhecida localmente como a margem direita do rio Tigre, que divide a cidade.

No entanto, a parte ocidental de Mosul, com suas ruas estreitas e bairros densamente povoados, parece ser um maior desafio para as forças iraquianas.

Mosul, que fica a 400 km ao norte da capital iraquiana Bagdá, está sob controle do EI desde junho de 2014, quando as forças do governo abandonaram suas armas e fugiram, permitindo que os militantes do EI assumissem o controle de regiões do Norte e do oeste do Iraque.

Fonte: Xinhua | Texto original em português do Brasil

Exclusivo Portal Vermelho / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -