Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Julho 17, 2024

Há 27 anos morria Roy Orbison

ROY ORBISON 1

Cantor norte-americano sofreu ataque cardíaco aos 52 anos

Roy Orbison é um nome grande da história da música, embora na Europa (fora do Reino Unido) o seu talento de cantor/compositor nunca tenha atingido o patamar de reconhecimento que teve no seu país, os Estados Unidos. Roy Orbison começou a carreira no início da década de 50, foi “príncipe” em pleno reino do Rock ‘n’ Roll e prolongou o sucesso pelas décadas seguintes onde o pop/rock e a new wave ditavam leis. A 6 de Dezembro de 1988, faz hoje exactamente 27 anos, Roy Kelton Orbison (nascido a 23 de Abril de 1936) falecia vítima de ataque cardíaco.

“The Big O”, como era conhecido Roy Orbison, é autor de um punhado de canções que são dignas de figurar numa eventual lista das melhores de sempre. À sua voz de veludo – era considerado o “romântico” da era do Rock ‘n’ Roll – Roy Orbison alia o seu peculiar dedilhar da guitarra, conferindo às suas composições uma malha sonora original, com a sua inconfundível assinatura. A sua figura, sempre vestido de preto, com óculos negros, eram uma imagem de marca deste talentoso, autor, guitarrista e cantor.ROY ORBISON Pretty-Woman-45

Com mais de 40 singles de sucesso, Roy Orbison lançou em 1964 uma das suas mais famosas canções: “Pretty Woman”, que chegou a nº1 no Top Ten dos EUA. O seu êxito seria alargado ao Reino Unido, onde a par dos EUA, foi coleccionando mais de 20 êxitos de vendas, nos anos seguintes, nomeadamente com duas grandes canções: “Only The Lonely” e “Crying”. Em 1988, ano da sua morte, Roy Orbison fazia parte do famoso super-grupo The Traveling Wilburys, formado por Roy Orbison, Bob Dylan, George Harrison, Jeff Lynn e Tom Petty. Este grupo de estrelas dominava então os charts, com a canção: “Handle With Care”.

Verdadeira fonte inspiradora para muitos músicos de sucesso – por exemplo, Bruce Springsteen e Bono nunca esconderam a sua grande admiração por “The Big O” –, Roy Orbison, ainda em vida, foi homenageado por várias instituições norte-americanas. Em 1987 foi recebido no “Rock and Roll Hall of Fame”, apresentado pelo seu fã, Bruce Springsteen.

O “Boss” seria umas principais vedetas presentes num extraordinário concerto com Roy Orbison, a 30 de Setembro de 1987, no “Black & Night Concert”. Para além do próprio Roy Orbison e de Bruce Springsteen participam nesta “super-banda de uma noite” Elvis Costello, James Burton, Glen D. Hardin, Tom Waits, Jackson Browne, Bonnie Raitt, JD Souther, T Bone Burnett, Steven Soles e Jennifer Warnes. (ver vídeo)

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -