Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Há 60 anos foi gravado “Blue Suede Shoes”

Carl Perkins escreveu e interpretou um dos clássicos do “rockabilly”

Em meados da década de 50, a juventude americana vivia ao ritmo frenético do rock ‘n’ rol. Anos loucos de uma América em claro desenvolvimento económico, um “paraíso” após a ressaca da II Guerra Mundial. O verdadeiro “american dream”, que a juventude agora vivia intensamente à sua maneira, quebrando regras de gerações anteriores. Uma “revolução” social marcada por um novo estilo musical: o Rock and Roll.

Em 1955, começavam a brilhar intensamente as maiores estrelas do “Rockabilly”, muito especialmente Elvis Presley, Johnny Cash, Eddie Cochran, Buddy Holly, Bill Haley e Carl Perkins. Muitos deles percorriam os EUA juntos, em digressão. Carl Perkins andava, então, pelo sul do país juntamente com Elvis Presley e Johnny Cash, entre outros. Numa conversa com Perkins, Cash falou-lhe de um piloto da II Guerra que conhecera na Alemanha e que se referia CARL PERKINS blue suede shoes 45aos seus sapatos do uniforme como os seus queridos “blue suede shoes”. Car Perkins achou que a história podia dar uma canção, perante um Johnny Cash que se interrogava: “Quem quer escrever uma canção sobre sapatos?!” .

Mas meses depois, faz hoje precisamente 60 anos, Carl Perkins gravava mesmo os seus “Sapatos de Camurça Azuis” nos Sun Studios, em Memphis. E “Blue Suede Shoes” tornou-se num grande sucesso de vendas nos Estados Unidos mas também na Europa, com o single a chegar ao 2º lugar do top norte-americano e a 10º no Reino Unido.

Mas “Blue Suede Shoes” ficaria para sempre como um dos grandes clássicos do “Rockabilly”. Um tema que conheceu várias versões gravadas por outros intérpretes, nomeadamente Elvis Presley e John Lennon. Uma canção que atravessou décadas e gerações. Afinal, a história dos sapatos do piloto da II Guerra até deu uma grande canção…

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -