Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Proibidas praxes dentro do Jardim Botânico da Universidade

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, a exemplo do que já acontecera no ano transacto, decidiu proibir qualquer actividade de praxe académica dentro do ancestral espaço do Instituto Botânico da UC.

nao-as-praxesNuma das entradas do Jardim era visível um comunicado do Jardim Botânico, assinado pelo director António Carmo Gouveia, em que se davam as boas-vindas aos novos estudantes do Ensino Superior de Coimbra, mas onde era claro que “NÃO SÃO PERMITIDAS ACTIVIDADES DE PRAXE” dentro do espaço do jardim.

Fundado no sec. XVIII, o Jardim Botânico é uma das “jóias da coroa” da Universidade de Coimbra, recentemente reconhecida como Património da Humanidade da Unesco. Também um local tradicional para as praxes académicas, naquela que é a Academia “mãe” de todas as praxes académicas portuguesas.

A exemplo do que acontecera no último ano lectivo, a direcção do Jardim Botânico, apostada na “salvaguarda e difusão do património vegetal” e na “segurança e tranquilidade de todos os nossos visitantes”, proibe qualquer actividade de praxe dentro do belíssimo espaço de 13,5 hectares.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -