Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Julho 20, 2024

Marvin Gaye chegava ao topo há 47 anos

marvin-gaye 1

Cantor foi morto aos 44 anos pelo próprio pai

Nome grande da música soul e do Rhythm & Blues, Marvin Gaye foi um dos principais artistas da Motown Records, a editora responsável pelos sucessivos hits da música negra norte-americana nas décadas de 60 e 70. Cantor e multi-instrumentista, Marvin Gaye coleccionou grandes sucessos ao longo da sua carreira, que foi abruptamente interrompida pelo seu próprio pai em 1984, matando o filho com um tiro, na véspera do seu 45º aniversário. O seu primeiro grande êxito aconteceu há precisamente 47 anos quando um single com a canção “I Heard It Through The Grapevine” chegava a nº 1 do top norte-americano.MARVIN GAYE I heard it through the grapevine 45

Em 1968 já Marvin Gaye trilhava uma bem sucedida carreira a solo, desde que entrara para a Motown em1961. Com mais de uma dezena de canções a figurarem nos charts, seria a 14 de Dezembro de 1968 que Marvin Gaye viu um single seu chegar pela primeira vez ao topo do top norte-americano. O pequeno disco de 45 rpm continha na face A o segredo do êxito: a canção “I Heard It Through The Grapevine”, escrita por Norman Whitfield e Barrett Strong em 1966 e que já tinha sido antes interpretada por Smokey Robinson & The Miracles e Gladys Knight & The Pips, também eles artistas da Motown Records. Mas seria a versão de Marvin Gaye a conquistar os tops – primeiro nos EUA e, em Março de 1969, no Reino Unido.

A voz quente, sensual, melodiosa, aliada a um ritmo dançável, de puro R&B, tocado por uma banda de excelente nível, sempre foram trunfos do cantor que em 1971 iria lançar um álbum de alto gabarito: “What’s Going On”. A década de 70 seria mesmo a mais inspirada na carreira de Marvin marvin gaye 3Gaye, com álbuns que ficariam para sempre como dos melhores do Rhythm & Blues e da Soul, casos de “Let’s Get It On” (1973) e “I Want You” (1976).

E Marvin Gaye entrou na década de 80 com um dos seus maiores sucessos discográficos, “Sexual Heling”, tornando-se no incontestado rei da “soul music”, embora em finais de 1983 tenha entrado em litígio com a Motown, que acabaria por abandonar. Quando tentava relançar a sua carreira noutra editora, tudo terminaria da forma mais inesperada a 1 de Abril de 1984 – na véspera do 45º aniversário, Marvin Gaye foi assassinado pelo próprio pai, o pastor evangélico Marvin Pentz, que utilizou uma arma calibre 22 que a vítima lhe tinha oferecido. O crime aconteceu após uma discussão entre pai e filho, algo que era constante nos últimos tempos. Contudo, Marvin Pentz só seria condenado a seis anos de prisão, pois foi-lhe retirada a acusação de assassinato quando o Tribunal soube que ele sofria de um tumor cerebral.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -