Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Setembro 29, 2021

Meditação aumenta a massa cinzenta

Nélson Abreu, em Los Angeles
Engenheiro electrotécnico e educador sobre ciência e consciência. Descendente de Goa, nasceu em Portugal, e reside em Los Angeles.

Num estudo de praticantes de longo prazo, neurocientistas descobriram que meditadores experientes tinham mais massa cinzenta no córtex frontal.

O córtex frontal está ligado à tomada de decisão e à memória pratica. A maioria dos córtices encolhe à medida que envelhecem, mas meditadores de 50 anos de idade no estudo tinham a mesma quantidade de massa cinzenta que aqueles com metade de sua idade.

Em um segundo estudo, a equipe liderada por Sara Lazar, da Mass General e da Harvard Medical School, observou pessoas sem experiência em um programa de oito semanas de atenção plena (mindfulness). Os participantes meditaram por uma média de 27 minutos por dia.

Estudos anteriores sugerem que resultados significativos podem ser alcançados meditando de 15 a 20 minutos por dia. Os pesquisadores observaram espessamento em várias regiões do cérebro, incluindo o hipocampo esquerdo (envolvido no aprendizado, na memória e na regulação emocional); a temporoparietal junction (envolvido na empatia e na capacidade de ter múltiplas perspectivas); e uma parte do tronco cerebral chamada ponte (onde neurotransmissores reguladores são gerados).

Houve também o encolhimento da amígdala, uma região do cérebro associada ao medo, ansiedade e agressão. Essa redução no tamanho da amígdala se correlacionou com níveis reduzidos de estresse nesses participantes.


A redução em stress pode contribuir não só para uma melhor qualidade de vida mas também pode prevenir doenças crónicas e diminuir sensações de dor, devido à redução da inflamação. Além de reduzir os custos de saúde, podem reduzir o uso medicamentos que podem criar dependência. A melhora da capacidade decisória e criativa assim como a empatia com clientes e colaboradores são mais valias na nova economia. Finalmente, as experiências meditativas podem facilitar mudanças de perspectiva profundas que podem resolver dificuldades pessoais e até revelar novos paradigmas para uma coexistência melhor no trabalho, em casa, na comunidade e no Planeta.



Foto e vídeos: Harvard University


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante  subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -