Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Dezembro 3, 2022

Na Semana da Crítica em Cannes e no IndieLisboa

campo de víboras
Ascenção, de Pedro Peralta

Desta feita, na 55ª sessão da Semana da Crítica, a secção paralela, com as curtas Ascenção, de Pedro Peralta, nascido em 1986, e Campo de Víboras, de Cristèle Alves Meira.

No entanto, ambas as curtas poderão ser vistas em Portugal, na programação em competição nacional e internacional de curtas no IndieLisboa, a partir de hoje, dia 20, em diversas salas da capital.

Ascenção
Campo de Víboras, de Cristèle Alves Meira

Em 17 minutos, Ascenção narra os silêncios e a angústia do resgate de um corpo no interior de um poço, será exibida na competição internacional e nacional, ao lado de Balada de um Batráquio, de Leonor Teles, premiada em Fevereiro passado com o Urso de Ouro, em Berlim.

Ao passo que Campo de Víboras, da realizadora francesa de ascendência lusa, com Ana Padrão, Simão Cayatte e Ana Brito e Cunha, passa antes, na competição nacional de curtas metragens do Indie.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -