Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Julho 21, 2024

Nova forma de olhar as estrelas em Coimbra

galaxia

A cidade volta a ter uma cúpula astronómica e um planetário, inseridos no Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra.

A população da região centro já pode observar as constelações e ter uma nova perspectiva sobre o espaço e o universo com a Cúpula Astronómica Fundação Calouste Gulbenkian. A estrutura recebe o nome de um dos organismos que financiou a sua restauração, a Fundação Calouste Gulbenkian.

Após 30 anos desactivada, o programa Mais Centro do QREN veio permitir dar uma nova vida à cúpula do Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra (UC). Uma intervenção que custou cerca de 700 mil euros e durou cinco anos, coordenada pelo Departamento de Matemática da UC e co-financiada pela fundação que lhe dá nome e pela própria Universidade.

A cúpula astronómica terá sessões mensais de observação dos astros, nas Quartas-feiras mais próximas da fase de quarto crescente. Já o planetário está disponível para receber visitas escolares, para além dos restantes visitantes, quinzenalmente ao sábado de manhã. A entrada nas sessões do Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra é livre e limitada à lotação de 30 pessoas.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -