Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Maio 23, 2022

O Generalíssimo Rajoy – Criminoso! Demissão JÁ!

João de Sousa
João de Sousa
Jornalista, Director do Jornal Tornado

Mais de 500 feridos em muitos locais da Catalunha. Não foram arruaceiros, anarquistas  ou os Black Block. Foram pais e mães de família, velhos, jovens, crianças, deficientes. A tiro de balas de borracha e espancados selvaticamente. O Presidente do Governo de Espanha não tem condições políticas para continuar. Um povo não pode estar em desobediência civil. E a justificação da lei serve pouco a quem violou os direitos humanos desta forma brutal e várias leis da serôdia monarquia.

Como não tem cojones para demitir-se deverá ser demitido pelas Cortes. E convenientemente levado ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem e acusado de crimes contra a humanidade.

Numa demonstração de brutalidade inqualificável a polícia espanhola investe contra cidadãos pacíficos que apenas pretendiam votar.

Em alguns pontos da Catalunha a Guardia Civil abriu caminho cortando cadeados, destruindo vidros de escolas e investiu de forma brutal contra cidadãos que de forma ordeira e não-violenta se enfileiravam para exercer um direito democrático: votar.

Cidadãos e cidadãs arrastados pelos cabelos no meio de grande brutalidade a cargo dos 14.000 mil polícias que Madrid enviou para a Catalunha. Rajoy estabeleceu o estado de emergência sem o declarar e ordenou uma série de comportamentos ilegais como o encerramento de sites, a apreensão de boletins, a destruição de propriedade, a detenção ilegal e arbitrária de cidadãos.

São momentos de verdadeiro fascismo os que se vivem em alguns locais de voto da Catalunha.

(em actualização)

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -