Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Maio 22, 2024

O Pintor e a tela branca

Yvette Centeno
Yvette Centeno
Licenciou-se em Filologia Germânica, e e doutorou-se com uma tese sobre A alquimia no Fausto de Goethe. É desde 1983 Professora Catedrática da Universidade Nova de Lisboa, onde fundou o Gabinete de Estudos de Simbologia, actualmente integrado no Centro de Estudos do Imaginário Literário.

Poema de Yvette Centeno

O Pintor e a tela branca

(para o Pedro Chorão, no atelier desmanchado…)

 O que viu ele na tela branca

naquela manhã de sol

em que acordou sem sonhar?

Pequenos rasgões de luz,

pequenos rasgões de negro

e matérias variadas

ali a desafiar.

Pega no pincel

e pinta

pega na tesoura e corta,

ou na faca da cozinha,

que lhe faltava afiar…

Aquela matéria branca

ali escondia de tudo, farrapos

meio cozidos

nuvens por descarregar

e um certo azul magoado

que se deixava ficar…

Difícil seria o dia

em que a tela não falasse

nada lhe chegaria

nem que essa luta o matasse.

 Y.Centeno

(Lisboa, 6 de Outubro, 2020)

 

Pedro Chorão | pintura |19 de Setembro/31 Outubro @galeriamonumental





Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anterior
Próximo artigo
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -