Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Dezembro 9, 2022

Os beijos

Poema inédito de Alice Coelho

Os beijos

Os beijos que te eu escrevo
São a linguagem que falo
Emaranhados num segredo
Nas palavras onde te entalo
Nos pensamentos distantes
Tão perdida e deslumbrada
Dos teus os meus instantes
A brisa de mar despenteada
Os beijos que eu te escrevo
São de palavras silenciosas
Escritas nas folhas do trevo
Achadas em praias arenosas.


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anterior
Próximo artigo
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -