Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Novembro 27, 2021
- Publicidade -

Nome do autor

Alice Coelho

Poetisa
222 Artigos
0 COMENTÁRIOS

Foi o vento

Poema inédito de Alice Coelho Foi o vento Foi o vento que não passou Pelas ondas do mar revolto Foi o vento que me arrepiou A pele seca e...

Tenho

Poema inédito de Alice Coelho Tenho A garganta entupida As palavras engasgadas A boca enfurecida As folhas rabiscadas Tenho As noites enraivecidas Os sonhos encalhados As faces envelhecidas Os seios besuntados Tenho As saudades guardadas Teus beijos...

Fazes parte de um sonho

Poema inédito de Alice Coelho Fazes parte de um sonho Fazes parte de um sonho Dum devaneio a cavalgar Por um bosque medonho Palavras soltas por contar Dentre tantos palavreados O...

Cansaço

Poema inédito de Alice Coelho Cansaço Era um cansaço estendido Nos ritmos e nas melodias Corpos nus e lábio mordido E saudades das tuas poesias Tempo quente e suor ardido Nuvens...

Cobre-me

Poema inédito de Alice Coelho Cobre-me Um véu de névoa Partem-se As asas num voo Caem gotas De água salgadas Ensopam os lenços Encharcam almofadas Ouve-se Um pássaro a chorar Bocas a sussurrar Mãos que seguram Dedos...

Janela….

Poema inédito de Alice Coelho Janela.... Quero uma janela Virada para o mar No pé uma chinela Na maresia o olhar Quero uma janela Longe do teu ruído A oração em capela Chuva...

Aquieto-me

Poema inédito de Alice Coelho Aquieto-me No silêncio que te espreita Na ausência que me alerta Num olhar que não se deita Na sede que nos desperta Aquieto-me Num corpo com...

Sento-me

Poema inédito de Alice Coelho Sento-me Olho uma janela que se fecha Vejo a lua a chegar sorrateira Entra a luz por cada brecha Que me ilumina a noite...

Trago-te

Poema inédito de Alice Coelho Trago-te No meu olhar Na solidão dos dedos Na sombra que se faz O silêncio das manhãs O brilho das madrugadas E deixo tudo para trás. Trago-te No...

De ti

Poema inédito de Alice Coelho De ti Do tempo Do que senti Daquele momento. Saudade. Nostalgia Cumplicidade Astrologia Assiduidade Saudade. Da maresia Da cor Da transparência Do Amor. Saudade. Do mar revolto Da areia fina Do olhar solto Da voz que ensina Saudade. De ti Da...

Lisboa

Poema inédito de Alice Coelho Lisboa. Lisboa é o amor e a paixão Loucura e desejo também. É a saudade e sofreguidão Em emoções que te cabem Degraus Entre patamares de...

Percorro

Poema inédito de Alice Coelho Percorro Caminhos e estradas Ausências e silêncios Becos e ruas cansadas De floreados e artifícios Avenidas longas e vazias E as pedras das calçadas As gavetas cheias...

Toca

Poema inédito de Alice Coelho Toca Toca a pele com os dedos Com a sinfonia de suspiros Abandonada em teus medos Inala histórias de vampiros Toca a pele com os...

Ao longe….

Poema inédito de Alice Coelho Ao longe.... No silêncio que ensurdece Na palidez do sonho meu Na noite que te amanhece Na luz que não adormeceu Ao longe.... Num vagar tão...

Quero(te)

Poema inédito de Alice Coelho Quero(te) No espreguiçar do pensamento No derramar da arrastada voz Na escassez daquele momento No alvoroço da saudade veloz Quero(te) Numa noite de luar programada Num sonho...

Últimas notícias

- Publicidade -