Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 4, 2022
- Publicidade -

Nome do autor

Alice Coelho

Poetisa
228 Artigos
0 COMENTÁRIOS

Dores…

Poema inédito de Alice Coelho Dores... Há dores sem lágrimas Tempestades sem ventos Nas palavras sinónimas Os sentires sem lamentos Há gargalhadas cretinas Silêncios em melodias Ao toque de concertinas No declamar de...

Suspenso

Poema inédito de Alice Coelho Suspenso Suspenso No tempo Como marioneta dançante Preso por cordas a balançar Num espaço cambaleante Sem horas para te abraçar Suspenso No tempo Aquele beijo perdido Breves instantes Em bocas secas...

A Minha Porta

Poema inédito de Alice Coelho A Minha Porta A minha porta tem calor Paz e tranquilidade pura O coração cheio de amor Imenso carinho e ternura A minha porta tem...

Natal

Poema inédito de Alice Coelho Natal. É a vida com movimento É a verdade e o caminho É o perdão e ensinamento É a camisa sem colarinho Natal. É o Amor...

Acontecia

Poema inédito de Alice Coelho Acontecia Acontecia em noite tardia silenciosa e fria Antecedia uma tarde de sol fresca e quente Prevenia tempestades fortes ganhava no tempo Arrefeciam os poemas aquecidos Tardavam os...

Para….

Poema inédito de Alice Coelho Para.... Para além do que se sente Dum arremesso do tempo Há o aquém que te mente No instante e no momento Para lá do...

Foi o vento

Poema inédito de Alice Coelho Foi o vento Foi o vento que não passou Pelas ondas do mar revolto Foi o vento que me arrepiou A pele seca e...

Tenho

Poema inédito de Alice Coelho Tenho A garganta entupida As palavras engasgadas A boca enfurecida As folhas rabiscadas Tenho As noites enraivecidas Os sonhos encalhados As faces envelhecidas Os seios besuntados Tenho As saudades guardadas Teus beijos...

Fazes parte de um sonho

Poema inédito de Alice Coelho Fazes parte de um sonho Fazes parte de um sonho Dum devaneio a cavalgar Por um bosque medonho Palavras soltas por contar Dentre tantos palavreados O...

Cansaço

Poema inédito de Alice Coelho Cansaço Era um cansaço estendido Nos ritmos e nas melodias Corpos nus e lábio mordido E saudades das tuas poesias Tempo quente e suor ardido Nuvens...

Cobre-me

Poema inédito de Alice Coelho Cobre-me Um véu de névoa Partem-se As asas num voo Caem gotas De água salgadas Ensopam os lenços Encharcam almofadas Ouve-se Um pássaro a chorar Bocas a sussurrar Mãos que seguram Dedos...

Janela….

Poema inédito de Alice Coelho Janela.... Quero uma janela Virada para o mar No pé uma chinela Na maresia o olhar Quero uma janela Longe do teu ruído A oração em capela Chuva...

Aquieto-me

Poema inédito de Alice Coelho Aquieto-me No silêncio que te espreita Na ausência que me alerta Num olhar que não se deita Na sede que nos desperta Aquieto-me Num corpo com...

Sento-me

Poema inédito de Alice Coelho Sento-me Olho uma janela que se fecha Vejo a lua a chegar sorrateira Entra a luz por cada brecha Que me ilumina a noite...

Trago-te

Poema inédito de Alice Coelho Trago-te No meu olhar Na solidão dos dedos Na sombra que se faz O silêncio das manhãs O brilho das madrugadas E deixo tudo para trás. Trago-te No...

Últimas notícias

- Publicidade -