Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Setembro 25, 2021

PCP e BE garantem condições para PS formar Governo

ASSEMBLEIA DA REUBLICA1“Pelo Bloco de Esquerdo há acordo. Nós viabilizaremos um Governo do Partido Socialista”, afirmou a líder do BE no final da reunião com a delegação do PCP. “Negociações com o PCP também estão bem encaminhadas”.

Catarina Martins assumiu que há pontos de convergência com o PS e também com o PCP, mas salientou que o processo ainda está em curso e que “as reuniões fazem-se à mesa”. Repetiu que todas as conversações com os três partidos estão a criar convergências para a defesa das pensões, protecção do emprego e dos salários.

Também o líder comunista, Jerónimo de Sousa, afirmou que “o PCP está genuinamente empenhado em políticas convergentes para a defesa das pensões, protecção do emprego e dos salários dos trabalhadores, redução da carga fiscal, reforçar a segurança social”. Defendeu o aumento do salário mínimo nacional de 600 euros em 2016.

“Da nossa parte não desistimos de procurar soluções conjuntas com o PS e BE. E foi claro ao tomar posição para viabilizar um Governo à esquerda. “O PS só não forma governo se não quiser. Não andamos atrás de quaisquer lugares ou privilégio”.

Jerónimo de Sousa reafirmou a firme determinação de não permitir um Governo da coligação PSD/CDS, sejam quais forem as “manobras do Presidente da República”. Nesse sentido anunciou já que “ O PCP apresentará uma moção de rejeição a um Governo PSD/CDS que possa vir a tomar posse”.

 

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -