Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Outubro 23, 2021

PS Porto: Orlando Gaspar o eterno

Joaquim Jorge, no Porto
Biólogo, Fundador do Clube dos Pensadores

Orlando Gaspar venceu as eleições para a concelhia do PS Porto. Perdão! Renato Sampaio é que venceu as eleições para a presidência da concelhia do PS/Porto, alcançando 51,4% dos votos, contra 48,8% do candidato derrotado, o presidente em exercício Tiago Barbosa Ribeiro.Tiago Barbosa Ribeiro apoiado por Manuel Pizarro, presidente da distrital do PS Porto, que perdeu as eleições à CM Porto, são os grandes derrotados.

Manuel Pizarro que se cuide, pois Orlando Gaspar foi o grande mentor e estratega desta candidatura de Renato Sampaio.

Orlando Gaspar nunca esteve de acordo com a aliança entre Rui Moreira e Manuel Pizarro, que deu no que deu, como todos sabemos – Rui Moreira teve uma maioria absoluta.

Orlando Gaspar, o decano e oráculo do PS Porto a quem o PS deve as maiores vitórias na cidade de Porto, está de volta, se alguma vez se foi embora. A idade é um posto e nunca se deve menosprezar, e não ter em conta, um homem tão profundo conhecedor da vida política no Porto.

A sua visão vaticinava o que se passou a seguir: o PS está apeado do poder e de influenciar pela positiva os destinos da cidade do Porto.

Para já, Manuel Pizarro não tem rival na distrital, mas no futuro vai ter, que se cuide porque, no PS com a vitória de Renato Sampaio alterou-se a correlação de forças.

O grande vencedor é Renato Sampaio que demonstrou uma grande dose de humildade e inteligência. Renato Sampaio, sendo deputado e antigo presidente da distrital do PS Porto, não mostrou relutância em concorrer à concelhia, aparentemente com menos importância e influência do que a distrital. Mas o futuro constrói-se assim mesmo – de baixo para cima e por fases.
Outro vencedor é Orlando Gaspar – um vencedor que não é físico, mas é espiritual, mental, anímico e psíquico, desta candidatura.

Eu tenho a ideia que nada se deve fazer no PS Porto sem falar e ouvir os conselhos de Orlando Gaspar. Quem não o faz, só perde. Renato Sampaio fez bem em ouvir Orlando Gaspar.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -