Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Setembro 27, 2021

Samakuva promete medidas drásticas

Francisco Do Nascimento, em Luanda
Correspondente em Luanda, Angola

O presidente da UNITA, Isaías Samakuva disse na passada terça-feira que o seu partido irá “tomar medidas drásticas caso o Ministério da Administração do Território continue a conduzir o processo eleitoral com sucessivas irregularidades”.

O presidente do maior partido na oposição angolana, teceu tais ameaças em Paris-França, durante uma entrevista concedida à Rádio França Internacional. Na opinião de Samakuva, o Ministério da Administração do Território (MAT) “não é o órgão competente para dirigir o processo eleitoral, uma vez que se trata de um órgão afecto ao executivo”.

O processo de registo eleitoral, que irá terminar no dia 31 de Março, tem sido alvo de várias críticas pela forma como o mesmo tem sido conduzido. Samakuva disse que o seu partido já fez várias denúncias sobre as irregularidades verificadas no processo, mas o Ministério da Administração do Território limita-se a ignorar, facto que leva o presidente da UNITA a acreditar que “o MAT, um órgão governamental, esteja a preparar todas as condições para que hajam fraudes nas eleições marcadas para o mês de Agosto”.

Entretanto, Samakuva prometeu que a UNITA não irá ficar de braços cruzados, e ameaçou que caso o MAT não mude de postura, nos próximos dias, poderão tomar medidas drásticas com o intuito de inverter o quadro. Isaías, disse que o seu partido tudo fará para que as eleições desse ano sejam livres, transparentes e justas.

Questionado sobre quais serão as medidas drásticas a serem tomadas, o líder da UNITA não adiantou mais pormenores, alegando tratar-se de um plano estratégico do partido.

Isaías Samakuva encontra-se a efectuar um périplo pela Europa. Além da França, o líder da oposição angolana já visitou países como Portugal, Inglaterra e Bélgica.

O autor escreve em PT Angola

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -