Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Julho 14, 2024

SOS Racismo apresenta queixa contra SS6 da TVI

casa-dos-segredos-teresa-guilherme

A Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR) recebeu, esta semana, uma queixa contra a TVI e o programa Casa dos Segredos 6, apresentada pela organização SOS Racismo, na sequência de um artigo publicado no Jornal Tornado.

A referida organização esclareceu, entretanto, que  “Ao contrário do que foi publicitado por alguns meios de comunicação social, a queixa do SOS Racismo não foi apresentada contra nenhuma pessoa em particular; a queixa tem por objecto o programa e o órgão de comunicação social referidos, pelo facto de permitirem a difusão de discursos e comportamentos discriminatórios.”

Foi ao final do dia, tempo para o repouso e para dar uma vista de olhos ao que se passa no Mundo. Jorge, sentado em frente ao televisor fazia zapping e eis que foi “surpreendido com um individuo que alto e bom som insulta uma mulher. As palavras ferem como cutelos. Ouve-se “preta nojenta”, “preta de merda” no meio de vários outros insultos racistas e misóginos. Puta é uma palavra várias vezes repetida”.

Entretanto percebeu que se tratava de um programa da TVI de nome Secret Story 6 apresentado por Teresa Guilherme e decidiu permanecer no referido canal para ver o desfecho da situação.

Por fim, estupefacto, triste e indignado, Jorge decidiu escrever e denunciar “a forma como o racismo é desculpado, branqueado, normalizado, banalizado. Tudo em frente das câmaras. Explicando a todos os racistas como se faz. Agride-se, insulta-se, e se apanhado com lágrimas de crocodilo pede-se desculpa. Indignação. Aflui o sangue à fronte com tamanha indignidade”.

“Que revolta. Que volta no estômago. Que vómito.” são expressões que utilizou no seu texto e acrescentou “Eu, como tantos portugueses antirracistas aqui estou a protestar. A Exigir que esse programa racista seja tirado do ar. Suspenso. E que Teresa Guilherme, a sua apresentadora, peça desculpas aos portugueses pelo seu comportamento.”

E podemos dizer que as suas palavras de indignação, revolta e protesto chegaram a muitos outros portugueses – mais de 60.000 leram, nas primeiras 12 horas, o artigo publicado pelo Tornado.

Entre eles, pelo menos um membro da organização SOS Racismo que decidiu apresentar a queixa na Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR), sobre o teor do referido programa.

Mas nós, no Jornal Tornado, somo curiosos e fomos pesquisar. Será que este tipo de situação já aconteceu em outras edições? Se sim, que fez o responsável pelo Programa?

Pois bem, encontrámos algumas evidências de que, infelizmente, estas “cenas” são recorrentes. Por exemplo, há precisamente 2 anos, na edição 5 da dita Secret Story, mensagens racistas terão sido proferidas sem quaisquer consequências para quem as proferiu.

E a Constituição da República é bem clara

Artigo 13.º
Princípio da igualdade
1. Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei.

2. Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.

A dúvida que permanece em nós é esta: será possível que as “audiências” se sobreponham a Valores, à Lei…

Pelos vistos é…

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -