Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Dezembro 2, 2021
- Publicidade -

TAG

Carlos Drummond de Andrade

40 anos sem Vinicius de Moraes: dia de reverenciar o Poetinha

Autor de célebres canções e figura icônica da arte brasileira, ele permanece vivo com sua obra e na cabeça das novas gerações. Poeta, dramaturgo, diplomata,...

Já são 40 anos sem Vinicius de Moraes!

Ô, loco, meu, como este tempo passa rápido! No dia 9 de julho de 1980, mais ou menos às 4 da manhã, em sua casa...

A jovem que entrevistou Drummond

À memória de Christiane Brito (1959-2020) Em novembro de 1985, quando tinha 26 anos, Christiane Brito ousou escrever uma carta para Carlos Drummond de Andrade....

Sete quedas por mim passaram

Sete quedas por mim passaram, E todas sete se esvaíram. Cessa o estrondo das cachoeiras, e com ele A memória dos índios, pulverizada, Já não desperta o mínimo...

Carlos Drummond de Andrade: O poeta Quintana

Lago Burnett atribuiu-me a criação do neologismo “quintanares”, alusivo aos poemas de Mário Quintana. Infelizmente não fui eu, foi Cecília Meireles que cunhou a...

O amor possível de Drummond

Após o cinema, a literatura nunca mais foi a mesma. Se, num primeiro momento, muito da práxis literária – e teatral e circense –...

Arte contra o fascismo. Arte contra a barbárie.

"Quanto mais Arte mais pontes entre as pessoas, mais pessoas melhores como pessoas, mais visão ampla (menos egoísmo), mais contemplação, mais reflexão, mais sabedoria". Da...

Carlos Drummond de Andrade: a eternidade faz 116 anos

Nestes tempos de excesso de celebridades e de escassez de artistas, Carlos Drummond de Andrade é um vulto consistente que pontua com seu facho...

Duas cartas e sete perguntas para Drummond

"Minha relação com o tempo é a do comum das pessoas, nada simpática. Assisto à desmontagem do ser que ele construiu e que depois...

A noite dissolve os homens

Leia o poema "A noite dissolve os homens", do clássico poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade, que retrata os tempos de estado de excepção...

Cora e Leila: imortais na pena do poeta

  Donas de palavras poderosas, que mudaram seus mundos, tanto Leila Diniz quanto Cora Coralina declararam aos quatro ventos e sem censura suas descobertas íntimas...
- Publicidade -

Últimas notícias

- Publicidade -