Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Maio 24, 2022

Moçambique, My Love

Isabel Lourenço
Isabel Lourenço
Observadora Internacional e colaboradora de porunsaharalibre.org

Moçambique, My Love

Que se pode contar de um povo que chama mãmã a quem tem mais de 40 anos com respeito e se desloca em carrinhas de caixa aberta apinhadas de gente, às quais chamam My Love (meu amor) uma vez que quem nelas viaja tem que forçosamente abraçar-se ao vizinho para não cair?

As estradas estão esburacadas mas sempre alguém as varre sob o sol e a humidade num ritual repetido vezes sem conta durante o dia.

Um povo cujos escritores são os embaixadores desta forma de estar e ser, um sorriso acolhedor mas também uma identidade bem definida que não se perde na diáspora.

Dois dias após chegar visito

Ponta de Ouro uma praia a 5 horas de caminho empoeirado, esburacado, com carros atolados e muitos saltos, passa se a reserva dos elefantes e as estradas em construção com sinais em chinês. Contrastes uma vez mais. Curiosidades a cada olhar, no meio do nada ao lado de uma “lojatudo” com quase nada encontro uma caixa de sugestões sobre a satisfação da população com os funcionários públicos.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -